Flávia Monteiro foi orientada por doula na cena do parto de Abrão

Profissional que ajuda no parto humanizado contribuiu para a cena da quarta fase da novela

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Mesmo com 15 anos de experiência na dramaturgia da Record TV, Flávia Monteiro se sente ansiosa diante de um desafio novo na carreira. Na quarta fase da novela bíblica Gênesis, a atriz vive a camponesa Aya casada com Sharur (Paulo Goulart Filho) e mãe de três filhos: Nidana (Juliane Trevisol), Lamassi (Gustavo Falcão) e Danina (Laura Kuczynski).

Aya foi quem realizou o parto de Abrão e conquistou o público com sua personalidade. “Parto era algo que nunca tinha feito e todo esse aprendizado para trazer realidade para a cena foi a doula que me proporcionou. As experiências de vida sempre são válidas para o ator então, a questão da maternidade também ajudou”, avaliou.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A atriz disse que foi um desafio o processo de construção da personagem, já que Aya é a mulher mais velha que já viveu. “Fazer esse personagem que requer mais peso foi um desafio. Esse contraponto é muito bom para o meu trabalho de atriz. É bacana, porque a gente passa a usar o que aprendeu no dia a dia. A minha voz é um pouco mais aguda e passei a dar mais peso. Esse é um dos artifícios que usei para tentar trazer a Aya”, disse. 

Flávia Monteiro ressaltou que as características de sua personalidade, bem como sua bagagem, ajudaram neste processo. “Acho que um trabalho anterior me trouxe essa postura de mãe e também tem a ver um pouco com a minha personalidade, pois gosto de cuidar das pessoas. Eu tinha um estranhamento e cheguei a questionar se as pessoas acreditariam que eu teria essa idade“,  lembrou.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio