ESPN americana suspende apresentadora que defendeu protestos no Futebol Americano

Publicado há 3 anos
Por Gabriel Vaquer
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A ESPN dos Estados Unidos suspendeu nesta segunda-feira (9) a apresentadora Jemele Hill por duas semanas, após ela se manifestar, em sua conta no Twitter, apoio aos protestos que estão ocorrendo na NFL, liga de futebol americano.

Os protestos estão sendo feitos por conta de declarações do presidente Donald Trump contra negros e contra jogadores da NFL que protestaram contra a bandeira dos EUA.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Veja mais: ESPN Brasil contrata jornalista russo para auxiliar na cobertura da Copa do Mundo

Segundo o canal informou em nota pra a imprensa, Jemele violou o código de ética em redes sociais da empresa, além de dizer que ela é reincidente neste caso, por isso a punição.

“Jemele já havia anteriormente desapontado seus colegas e a empresa com um tuíte impulsivo”, afirmou. Hill escreveu na noite do domingo (8) que os fãs do futebol americano deviam boicotar patrocinadores do Dallas Cowboys, um dos mais populares da liga.

É que o Dallas tem um dono ligado à Trump, e ele ameaçou tirar do time quem se ajoelhasse durante o hino nos Estados Unidos, como a grande maioria dos jogadores estão fazendo.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio