Erro de edição: Cena de Belíssima é interrompida por anúncio de Malhação

Publicado há 2 anos
Por Clara Ribeiro
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Um erro de edição inusitado marcou o capítulo da reprise da novela Belíssima nesta quarta-feira (7).

Uma tela anunciando o início de Malhação apareceu em meio a uma cena do folhetim de Silvio de Abreu.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Leia mais: Em baixa, reprise de Belíssima preocupa e deve acabar antes do previsto

Na sequência em questão, André (Marcelo Antony) estava chegando na casa de Vitória (Claudia Abreu). Ele foi até lá para revelar que um cúmplice dele quem quase sequestrou Sabina.

Mas assim que ela abriu a porta, se espantou com a presença do rapaz e é aí que apareceu o vídeo com a referência à novela teen. A cena foi cortada repentinamente. Logo em seguida, voltou a mostrar a trama do Vale a Pena Ver de Novo, com a cara de Vitória espantada.

Tela anunciando Malhação interrompeu Belíssima

Globo pode ser condenada pela reprise de Belíssima

No ar no Vale a Pena Ver de Novo desde junho deste ano, a reprise de Belíssima, além de marcar baixos índices na faixa vespertina da TV Globo, também está rendendo outra dor de cabeça.

Segundo o colunista Flávio Ricco, Ministério Público Federal de Minas Gerais, entrou com uma ação pedindo indenização por danos morais coletivos. A ação indica que é impróprio o horário no qual a telenovela é veiculada.

Leia mais: 5 novelas inéditas que poderiam ser reprisadas no Vale a Pena Ver de Novo

Contudo, Fernando de Almeida Martins, procurador da República que entrou com a ação, destacou que “ao não se permitir a censura de conteúdo, a Constituição da República permite ao poder público criar mecanismos para informar ao público a natureza dos espetáculos, separando-os por faixa-etárias e indicando horários para exibição”.

A saber, vale lembrar que o folhetim está classificado como não indicado para menores de 12 anos. É a mesma da reprise anterior, Celebridade (2004), que não enfrentou o mesmo problema.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio