Em última aparição, Nicette Bruno celebrou a própria carreira

A atriz faleceu vítima da covid-19

Publicado há 25 dias
Por André Santana
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A atriz Nicette Bruno, que faleceu neste domingo (20) vítima da covid-19, foi homenageada em sua última aparição numa novela. A atriz participou da reta final do remake de Éramos Seis (2020), na qual contracenou com Gloria Pires, a Lola, papel defendido por Nicette na versão de 1977 da trama.

Na trama que foi encerrada em março desde ano, Nicette Bruno deu vida à madre Joana, freira responsável pela casa de repouso onde vai viver Lola (Gloria Pires). Na instituição, elas convivem com Tereza (Irene Ravache), uma interna mais antiga.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A ideia desta sequência era homenagear as intérpretes anteriores de Lola. Nicette Bruno encarnou a matriarca na adaptação do romance de Maria José Drupé da TV Tupi, que foi assinada por Silvio de Abreu e Rubens Ewald Filho. O mesmo texto foi utilizado na versão de 1994, no SBT, na qual Irene Ravache viveu a personagem.

Éramos Seis teve, ao todo, cinco versões em formato de novela. A Lola de Nicette Bruno é considerada um dos principais papéis da atriz na televisão. A homenagem feita no remake assinado por Ângela Chaves emocionou as atrizes.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio