Demitido da ESPN Brasil, comentarista Rafael Oliveira recebe proposta da Globo

Publicado há um ano
Por Gabriel Vaquer
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Nome que talvez mais causou comoção nas redes sociais após ser dispensado pela ESPN Brasil, o jornalista Rafael Oliveira recebeu convite do Grupo Globo para trabalhar na emissora. Oliveira negocia sua ida para o Esporte da emissora, onde seu nome agrada para um projeto digital do comando esportivo.

Segundo apurou a reportagem, Rafael Oliveira atuaria mais em análises sobre futebol nacional e europeu no site esportivo da Globo. O Esporte da Globo quer mais opinião e debate pela internet, diferente do que costuma fazer em seus programas e canais esportivos lineares.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Rafael Oliveira também seria aproveitado em programas da casa e transmissões de jogos de torneios brasileiros, como o Campeonato Brasileiro. A demissão de Rafael Oliveira da ESPN Brasil caiu como uma bomba no Grupo Globo, porque não era imaginável que iriam abrir mão do comentarista, um dos mais preparados da casa.

O primeiro contato das chefias da Globo com Rafael Oliveira aconteceu horas depois de sua saída da ESPN Brasil. A expectativa é que o acordo venha a evoluir de forma positiva para ambas as partes nos próximos dias.

ESPN Brasil dispensou Juca Kfouri, João Carlos Albuquerque, Rafael Oliveira e mais

A ESPN Brasil dispensou nesta quarta-feira (14) o apresentador João Carlos Albuquerque, o Canalha, e o jornalista Juca Kfouri. Canalha está na lista de dispensas que foi feita nesta quarta com vários profissionais. Já Juca optou por não renovar o seu contrato com a emissora esportiva da Disney. Ambos estavam na emissora desde 2005.

Segundo apurou a reportagem, João Carlos Albuquerque tinha uma gravação do programa Bola da Vez, com Rubens Barrichello, agendada. A gravação também teria o narrador Everaldo Marques. A filmagem do programa foi cancelada.

Além deles, João Palomino, vice-presidente de jornalismo e produção; Renata Netto, gerente sênior de produção dos canais ESPN no Brasil; Arnaldo Ribeiro e Eduardo Tironi estão fora da empresa. Rafael Oliveira, comentarista respeitado de futebol europeu; Maurício Barros e Claudio Arreguy também foram dispensados.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais