Decisão de reprisar Apocalipse na pandemia foi falta de tato da Record TV

Os números da reprise estão muito abaixo do esperado

Publicado há 4 meses
Por Henrique Carlos
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Desde o início da pandemia de coronavírus, todas as emissoras tiveram que fazer adaptações em suas grades de programação. A Record TV não ficou de fora e precisou pausar as gravações de suas novelas inéditas e colocar mais duas reprises no ar.

As escolhidas foram Apocalipse e Jesus, que podem ser consideradas até recentes. O problema é que ambas as novelas estão conseguindo péssimos números de audiência, mostrando que principalmente a primeira, foi uma péssima escolha da emissora para o momento.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A princípio, logo no primeiro capítulo da novela de Vivian de Oliveira, o público já havia estranhado a exibição que fala sobre o fim do mundo em um momento como o que estamos vivendo, mas ainda assim, alguns deram uma chance para a “superprodução”.

O que talvez a alta cúpula da emissora não esperava, é que a novela que já não deu uma boa audiência em sua exibição original, faria ainda pior desta vez. Com isso, os números de Jesus continuam ainda piores. E é aí que fica o questionamento… Será que os diretores acertaram antes de cogitar a reprise de Apocalipse neste momento? Ou será que foi mesmo pela falta de acervo da Record TV?

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais