Chocolate com Pimenta: relembre a história da novela que o Globoplay traz de volta

História substitui Cabocla no Canal Viva, que está em ótima fase de audiência

Publicado há uma hora
Por Fábio Costa
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A partir desta segunda-feira (18) o Globoplay incorpora a seu catálogo a novela Chocolate com Pimenta, de Walcyr Carrasco, dirigida por Jorge Fernando. Originalmente, a história foi transmitida pela TV Globo às 18h, entre setembro de 2003 e maio de 2004.

Desde então a emissora aberta já a reprisou duas vezes na sessão Vale a Pena Ver de Novo: em 2007 e em 2012. E fez muito sucesso no Canal Viva, que a reprisou entre abril e dezembro de 2020, às 15h, horário agora ocupado por A Viagem.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Desde maio, o Globoplay tem inserido no catálogo a cada duas semanas uma novela clássica da TV Globo. Em janeiro de 2021 foram incorporadas ao ciclo de resgates quinzenais minisséries, como Riacho Doce, que entrou na plataforma no último dia 4, e temporadas de Malhação, ainda por estrearem. Vamos relembrar a história de Chocolate com Pimenta.

A novela se passa numa cidade do interior chamada Ventura, na década de 1920. A fábrica de chocolates Bombom é o principal empreendimento local, de propriedade de Ludovico (Ary Fontoura).

O milionário nunca se casou nem teve filhos, e sua única parente próxima é a irmã, Jezebel (Elizabeth Savala). Esta deseja se apossar do patrimônio do irmão, e posa de viúva frágil para enganar os homens. Principalmente o prefeito Vivaldo (Fúlvio Stefanini), que tem por ela o que chamaríamos de “crush”.

Entre as figuras de destaque em Ventura temos ainda o riquíssimo e pão-duro Conde Klaus (Cláudio Corrêa e Castro), que tranca as portas de guarda-comidas e economiza em tudo que pode, apesar da fortuna.

Vivaldo e sua esposa Bárbara (Lília Cabral) são tios do galã da cidade, Danilo (Murilo Benício). O rapaz balança o coração de todas as mocinhas de Ventura e, como melhor dos partidos possíveis, é cobiçado pela ambiciosa Olga (Priscila Fantin), filha do Delegado Terêncio (Ernani Moraes) e da dona de casa Marieta (Tânia Bondezan).

No começo da história, a jovem Ana Francisca (Mariana Ximenes) chega a Ventura após perder toda a família. Ela vai morar com os parentes, entre eles o tio Margarido (Osmar Prado) e a avó Carmem (Laura Cardoso).

A moça vai trabalhar na Bombom e fica amiga de Ludovico, sem saber que ele é dono de tudo. Isso se deve também ao fato de que o milionário se disfarça de humilde empregado, para ficar por dentro do que se faz e diz na fábrica.

A inocência e a firmeza de caráter de Ana Francisca conquistam Ludovico, já que ela foi a única pessoa que se aproximou dele sem que fosse por interesse.

Os dois ficam muito amigos e, quando Aninha termina por engravidar de Danilo, após muito apaixonada se entregar a ele, o dono da Bombom se casa com a jovem, para que tanto ela quanto seu filho ficassem amparados. Pouco depois disso, Ludovico morre, e Aninha é sua herdeira universal.

Alguns anos depois, ela está de volta a Ventura. Agora é uma figura da sociedade e não a humilde jovenzinha que ali chegara da primeira vez. Como milionária e viúva de Ludovico, ela decide se vingar de todos que a humilharam. E nem passa pela sua cabeça contar a Danilo que seu filho Tonico (Guilherme Vieira) é dele.

Jezebel tem um filho, Bernardo (Kayky Brito). Ou uma filha, já que a megera criou o garoto como menina, Bernardete. Essa mudança de gênero forçada eclode a certa altura da novela e cria muita confusão, já que Bernardete/Bernardo está na fase em que os hormônios da adolescência explodem quando o assunto são as meninas. Cássia (Luiza Curvo), irmã de Olga, é sua amiga mais próxima.

Evidentemente, bonita, jovem, viúva e rica, Ana Francisca chama a atenção de homens que querem conquistá-la. O mais insistente deles é Sebastian (Tarcísio Filho), sobrinho do Conde Klaus.

Mau-caráter, malandro, ele se aproxima da “Viuvinha”, como a chama, e tem relação direta com o passado de uma prima dela, Márcia (Drica Moraes).

Amante do prefeito, Márcia tem um salão de beleza em Ventura e acredita-se muito chique e superior ao povo da cidade. Ela renega o amor do primo Timóteo (Marcello Novaes), típico caipira, ingênuo e trabalhador, cujas mágoas são desabafadas com a vaca Estrela.

Além disso, Chocolate com Pimenta destaca a trama das irmãs Celina (Samara Felippo) e Graça (Nívea Stelmann). Elas são filhas do inveterado jogador Reginaldo (Antônio Grassi). Celina é a paixão de Guilherme (Rodrigo Faro), que por sua vez é a paixão de Graça.

Uma grande derrota no jogo faz com que Reginaldo dê a mão de Celina em casamento ao Conde Klaus. Guilherme acaba se casando com Graça, para infelicidade de todos. O rapaz ainda tem outra surpresa no decorrer da novela, ao descobrir que Margot (Rosamaria Murtinho) é sua mãe.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio