Bolsonaro acusa Globo por mortes: “A desinformação mata mais que o próprio vírus”

"Essa TV trouxe-nos mortes que poderiam ter sido evitadas"

Publicado há 4 meses
Por Henrique Carlos
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Por conta de um editorial realizado no Jornal Nacional para falar sobre as 100 mil mortes por coronavírus no Brasil, no último sábado (8), o presidente voltou a criticar a TV Globo em suas redes sociais.

Tudo aconteceu quando a emissora questionou algumas atitudes do governo em relação a pandemia, inclusive o fato do país estar sem um ministro titular da saúde há mais de 12 semanas. O telejornal ainda relembrou falas polêmicas de Jair Bolsonaro.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Muitos gestores e profissionais de saúde fizeram de tudo pelas vidas do próximo, diferentemente daquela grande rede de TV que só espalhou o pânico na população e a discórdia entre os Poderes”, afirmou ele, que logo depois ainda chamou a emissora de irresponsável.

“A desinformação mata mais até que o próprio vírus. O tempo e a ciência nos mostrarão que o uso político da Covid por essa TV trouxe-nos mortes que poderiam ter sido evitadas”, continuou Bolsonaro. Posteriormente, o presidente, sem citar o nome da emissora, afirmou que eles foram covardes.

“De forma covarde e desrespeitosa aos 100 mil brasileiros mortos, essa TV festejou essa data no dia de ontem, como uma verdadeira final da Copa do Mundo, culpando o Presidente da República por todos os óbitos”, concluiu Jair Bolsonaro, que no início da pandemia chamou o Covid-19 de ‘gripezinha’.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio