BBB19: “Cota não é esmola”, Gabriela explica para brothers

Publicado há 2 anos
Por Beatriz Rodrigues
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Gabriela e Rodrigo, deram ‘aula’ sobre a cultura negra para alguns brothers, na madrugada desta sexta-feira (25), no BBB19.

Leia também: BBB19: Hana e Alan agitaram o edredom do quarto do líder

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Rodrigo, foi quem explicou primeiro. “Existia uma ideologia do embranquecimento, para melhorar as condições econômicas, sociais e políticas do Brasil, então teríamos que embranquecer o Brasil. Aí que nasce a nomenclatura pardo. Ao invés de falar que as pessoas são negras, você diz que é pardo. Tanto que na minha certidão eu sou pardo”, Rodrigo começa a explicar. “A minha também”, diz Gabriela.

“Tudo o que é bom, bonito e belo é branco. Você tem esse padrão branco eurocêntrico. E passamos décadas acreditando que pessoas negras com pele clara são pardas ou brancas. Mas uma pessoa negra de pele clara continua sendo negra”, acrescenta Rodrigo. E ao falarem sobre cotas, Gabriela explicou de forma calma e clara: “Cota não é esmola”.

Confira: BBB19: Hana sobre comportamento de Gustavo “Ele joga”

“Eu sou rica!”, brinca Hana ao comemorar a liderança

Durante madrugada nessa sexta-feira (25), no quarto do líder, Hana  comemorou a imunidade e brindou com outros brothers. A sister é primeira líder da edição desse BBB19.

Gabriela promove o brinde: “Vamos brindar com nossa amiga rica”. “Eu sou rica!”, brincou Hana. Após vencer a prova que a pôs como líder durante a semana, Rízia, Gabi e Alan conversaram e comemoraram com a carioca.

Depois de brindar os brothers mexeram na maquete da casa, uma novidade que mostra todos os cômodos da casa e representações dos participantes. A ideia é que o líder possa usar esse artefato para criar estratégias de jogo enquanto está no quarto.

+ ACOMPANHE TUDO SOBRE O BIG BROTHER BRASIL 19

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais