Após deixar a Globo, Alexandre Garcia recebe troféu de ex-colegas da emissora

Publicado há 2 anos
Por Guilherme Rodrigues
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

No final de dezembro do ano passado, a TV Globo surpreendeu a todos ao divulgar um texto escrito pelo diretor de Jornalismo da platinada, Ali Kamel, que informava que Alexandre Garcia estava deixando o canal após 30 anos de casa.

Leia: Grupo Globo contrata apresentador Rodrigo Rodrigues

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Neste sábado (12), o profissional teve um encontro com ex-colegas do veículo de comunicação e divulgou pelo Twitter uma foto na qual aparece segurando um troféu que é um microfone da emissora com o logotipo da empresa.

Saiba mais: Cordialidade entre emissoras ainda não é realidade entre a Globo e a Record TV

“Reencontro fraterno com meus amigos da Globo, exibindo o troféu criado pelo querido Felipe Cavalleiro, artista e companheiro”, contou Alexandre. Além do microfone, o objeto ainda possui a frase “…de Brasília, Alexandre Garcia”, que era muito usada pelo jornalista.

Veja:

Alexandre Garcia diz que Brasil passa por “revolução de ideias”, e Bolsonaro reage

No dia 30 de dezembro, Alexandre Garcia, jornalista que atuava como comentarista político da TV Globo, compartilhou pelas suas redes sociais um texto no qual declara que o Brasil está vivendo uma “revolução de ideias”.

“O candidato havia sido esfaqueado para morrer, nem fez campanha, não tinha horário na TV, nem dinheiro para marqueteiro. Mas ficou à frente do outro em 10 milhões de votos. Ainda não se recuperou da facada, a nova intentona; precisa de mais uma cirurgia delicada, mas representou a reação da maioria que não quer aquelas ideias que fracassaram no mundo inteiro, que mataram milhões para se impor e ainda assim não se impuseram”, diz um trecho da postagem.

“O que minha mãe nunca viu é que antes mesmo de o vitorioso tomar posse, as ideias vencedoras da eleição já se impõem. Policiais que tiram bandidos das ruas já são aplaudidos pela população; juízes se sentem mais confiantes; pregadores do mal já percebem que não são donos das consciências; as pessoas estão perdendo o medo da ditadura do politicamente correto, a sociedade por si vai retomando os caminhos perdidos, com a mesma iniciativa que teve na eleição de outubro, sem tutor, sem protetor, sem condutor. Ela se conduz”, refletiu o profissional em outra parte da publicação.

Pelo Twitter, o presidente eleito Jair Bolsonaro compartilhou o texto e mandou um recado para Garcia. “Grato pela menção e reflexão, Alexandre Garcia! Um forte abraço!”, escreveu o político.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais