Antonio Fagundes fala no Domingão sobre racismo: “Asneira que temos que eliminar”

O ator avaliou que no Brasil o preconceito é mais dissimulado

Publicado há 5 meses
Por Guilherme Rodrigues
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Neste domingo (7), o Domingão do Faustão exibe uma entrevista feita via link com Antonio Fagundes. Fausto Silva questionou o ator sobre o racismo, assunto que vem causando manifestações em vários países nos últimos dias.

“Não sei se está melhorando, mas, pelo menos, estamos começando a prestar muito mais atenção, uma atenção atrasada com relação a esse problema. Nos Estados Unidos, o problema se manifesta de uma forma diferente daqui, mas o problema é o mesmo. Talvez, aqui seja um pouco pior porque é dissimulado”, analisou o astro.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“O racismo tem que ser combatido na sua base. Temos que começar a gritar nas ruas que isso não pode acontecer. Todo ser humano é igual e tem que ser tratado da mesma forma. A gente tem que lutar para que a sociedade seja mais igualitária”, refletiu o artista.

“A maior prova disso é que ninguém nasce racista, né? A pessoa vai para um lado ou para o outro”, falou Faustão. “A gente tem um problema cultural empurrando pra isso, só que já somos muita mais bem informados do que éramos há 100, 150 anos, para entender que isso é uma asneira que temos que eliminar rapidamente”, concluiu Fagundes.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais