Antônio Calloni comenta a morte de Júlio em Éramos Seis: “Nunca chorei tanto”

Publicado há um ano
Por Guilherme Rodrigues
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Na manhã desta terça-feira (3), Antônio Calloni participou do Encontro com Fátima Bernardes e falou sobre a morte de Júlio, marido de Lola (Glória Pires) que faleceu no capítulo desta segunda-feira (2) de Éramos Seis.

“Eu imagino que deve ter sido muito triste para você se despedir desse personagem”, comentou a apresentadora. “Eu nunca chorei tanto na minha vida. Chorar copiosamente. Uma coisa absurda”, revelou o famoso.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Realmente é uma coisa muito impactante, é uma novela mágica. Eu não vi as outras versões, mas eu me envolvi completamente nessa, com esse elenco maravilhoso, direção e produção. É uma história de uma simplicidade, humanidade, que pega as pessoas por aí”, refletiu o astro.

“Eu costumo dizer que ele era um homem bom que não sabia ser bom. Ele tinha um amor profundo pela família, dar uma vida boa, mas na hora de expressar era difícil. Foi criado assim pelo pai e culturalmente vai repetindo algumas coisas”, apontou Calloni.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais