Ágata de Avenida Brasil, Karol Lannes relembra a trama e revela carinho nos bastidores de Adriana Esteves

Publicado há um ano
Por Guilherme Rodrigues
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Na edição desta segunda-feira (7) do Encontro com Fátima Bernardes, Karol Lannes, a Ágata de Avenida Brasil (2012), participou do matinal para relembrar a personagem do enredo que será reprisado no Vale a Pena Ver De Novo.

Questionada sobre o
fato de viver no enredo uma criança gordinha que sofria preconceito da mãe,
Carminha (Adriana Esteves), a famosa disse que teve muito apoio de Esteves e de
Amora Mautner, que dirigiu o folhetim.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“A gente sempre conversou muito antes das cenas. Eu e a Adriana a gente tinha um momento que sentávamos juntas e ela falava ‘Você é linda, você é incrível, eu gosto muito de você’. No final do dia era a mesma coisa. Foi um cuidado comigo incrível”, contou a atriz.

A estrela ainda revelou que em casa, seu pai dizia que a vilã tinha sido inspirada nele. “Meu pai sempre teve muito cuidado com a minha aparência, mas nem sempre foi muito carinhoso para falar isso, mas eu sempre desmontei ele muito também. Ele falava ‘Você vai sair com essa roupa? Tá parecendo não sei o que’. Eu falava ‘Olha a Carminha’”, recordou.

Lannes relembrou que sempre foi muito abordada na rua por causa do papel. “Falavam ‘Ah, eu queria matar a Carminha, bater, prender’, as pessoas são bem criativas. E todo mundo falava sempre ‘Ah, você é linda, maravilhosa’, um apoio muito grande dos fãs, da família e do elenco”, concluiu.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio