Acontece Lá em Casa – Vivendo melhor em família estreia neste domingo

Publicado há 4 anos
Por Endrigo Annyston
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A ajuda que toda mãe precisava, chegou! Uma casa, uma psicóloga, 13 mães de verdade e uma jornalista para contar tudo para as famílias em casa. O que será que vai acontecer? Com o objetivo de melhorar a qualidade de vida de crianças e adolescentes dentro de suas famílias, “Acontece Lá em Casa – Vivendo Melhor em Família” estreia dia 05 de março, a partir das 9h da manhã, no SBT.

Um programa educativo, que vai conquistar e ajudar pais e filhos com exemplos práticos, encenações divertidas, interatividade e prestação de serviço. A ideia para a atração surgiu inspirada nas palestras, conteúdos dos seis livros e nas matérias de Betty Monteiro, em seus 40 anos dedicados à psicologia em prol da qualidade de vida das crianças e adolescentes dentro de suas famílias e no mundo.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Explorando métodos dramáticos, Betty Monteiro busca a verdade de cada história trazida pelas mães, sempre de forma bem humorada e fomentando a interatividade e identificação entre o grupo de mulheres da casa e os telespectadores. Apresentado pela jornalista Gabi Monteiro, o conteúdo educativo foi aprovado pela Ancine e traz dicas e insigths poderosos para toda a família. Foram escolhidas 13 mães de verdade para participar dos 13 episódios da primeira temporada e o recrutamento aconteceu através do site do SBT e das redes sociais do “Acontece Lá em Casa”.

Um dos desafios da produção foi o de encontrar mães que representem a diversidade da mulher brasileira e suas principais questões e dúvidas acerca da maternidade, porque tudo no programa é real. Trechos do processo de seleção das mães e os testes de vídeo serão transmitidos, ao vivo, pelas redes sociais do programa. A prova da necessidade de ajuda que as mães e suas famílias estão precisando nos tempos difíceis de hoje, foi o expressivo número de inscritas para participar da primeira temporada. A ideia é mostrar que todas as famílias sofrem com os mesmos conflitos e o que faz a diferença é a vontade de buscar ajuda misturada com coragem de mudar.

O programa também promete desmistificar o valioso papel da psicologia que como ciência tem por objetivo explicar como o ser humano pode conhecer e interpretar a si mesmo, compreender os outros e como pode interpretar e conhecer o mundo em que vive, mantendo uma constante evolução pessoal. Por isso, no “Acontece Lá em Casa” ninguém é eliminado. Ao final de cada temporada, o público em casa notará que a mudança interior se refletiu na aparência de cada mãe, pois todas sairão desta história melhores do que entraram: Umas mais leves e bem resolvidas, outras menos culpadas ou mais bonitas, mas todas, de bem com a vida e em paz com suas famílias: este é o prêmio do programa.

O formato original do programa, que demorou três anos para sair do papel, só se transformou em realidade quando Gabi convidou Fernando Palermo, da Produtora Sétima Arte, para colocar sua energia no projeto. “Há 25 anos no mercado áudio visual, tendo realizado mais de cinco mil trabalhos para os seus clientes, a Sétima Arte está constantemente em busca de parceiro e de boas histórias para serem contadas. Foi nesse momento, há exatos dois anos e meio, que nós assumimos a responsabilidade de – juntos – transformar este sonho em realidade”, diz Fernando Palermo.

A atração, que é dirigida por Adriana Cechetti e Claudia Alves e passa-se na “Casa da Mata”, uma residência de verdade no interior de São Paulo que foi projetada pela arquiteta Priscila Bicas Saraiva. Os ambientes foram especialmente concebidos pela Guardini Stancati Arquitetura e Design, que reuniu uma equipe de profissionais para transformá-los, com o principal propósito: acolher e inspirar, tanto as participantes do programa quanto o telespectador.

A psicóloga Betty Monteiro, mãe de quatro filhos e avó de seis netos, fala sobre a realização de mais este projeto de vida: “Minha luta sempre foi pela melhora da qualidade de vida das crianças dentro de suas famílias. Não tenho dúvidas de que com o nosso programa, vamos conseguir sensibilizar e inspirar mães e pais, provocando reflexões sobre a responsabilidade e influência de cada um, em diferentes etapas do desenvolvimento dos filhos”.

A jornalista Gabi Monteiro, mãe de um menino de seis anos, casada com o empresário Rodrigo Saraiva e filha da Betty, destaca: “Não pretendemos dar fórmulas, nós vamos ensinar a pensar. Fazer com que os pais se coloquem no lugar dos filhos para que possam descobrir por si sós, as melhores atitudes a tomar em cada situação”.

O programa pretende conversar de verdade com pais, avós e cuidadores. É através ferramentas digitais, que a psicóloga Betty Monteiro poderá aumentar o alcance da sua ajuda, ouvindo, dando dicas, tirando dúvidas e prestando um serviço de valor inestimável para as famílias.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais