A Fazenda 10: “Minha batatinha loira”, Rafael Ilha dá apelido carinhoso para Evandro Santo

Publicado há 2 anos
Por Beatriz Rodrigues
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Na tarde desta segunda-feira (12), Evandro Santo, Rafael Ilha e Cátia Paganote estavam conversando na beira da piscina sobre a lesão do humorista, em A Fazenda 10.

Leia também: A Fazenda 10: “Acho sacanagem ele ir para a prova do fazendeiro”, João não concorda em votar no Evandro para a roça

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Enquanto Evandro reclamava da sua lesão na perna para Cátia, Rafael resolveu criar um apelido carinhoso para ele. “Batatinha, batatinha. Minha batatinha loira. Você é a minha batatinha loira?”, dispara Rafael. “Sei lá o que que eu sou”, responde Evandro e Rafael caí na gargalhada.

Confira:  “Quando eu sair vou tatuar um galo”, diz Luane sobre tatuagem em homenagem ao reality.

“As pessoas não são como você. Você não é todo mundo”, Léo e Luane tem DR

Na tarde deste domingo (11), Luane Dias e Léo Stronda tiveram uma DR por causa de uma briga que a peoa se envolveu com Sertanejo, em A Fazenda 10.

Léo Stronda não gostou da atitude que Luane teve em uma discussão com Sertanejo, em que a peoa chamou o peão de “menino mimado do Morumbi”. “Você falou ‘todo mundo está usando o guardanapo, aí vem o mimado do Morumbi não quer se sujar e vai deixar a colher suja ali’ “, Léo reproduz o que Luane falou na discussão.

“Não, eu não falei nada de onde ele morava”, rebate Luane. “Você falou. A primeira palavra foi a sua, falou do Morumbi”, dispara Léo. “Eu não falei, foi ele que falou que era do lugar”, diz Luane.

“Então tá Luane. Ele sentou para comer o bolo dele, com a colher dele e você que alfinetou. O cara nem te olhou na cara, não fez nada para você. Você falou do Morumbi na primeira frase. Está falando que não, mas falou”, rebate o peão. “Então a partir de hoje eu não falo com mais ninguém”, diz a influenciadora digital.

Entretanto, Luane faz birra e Léo diz que as brincadeiras da peoa, para outras pessoas passam do limite e que ela deveria maneirar o que fala. “Estou apenas te dando um toque”. “Mas então porque as pessoas não chegam e me falam?”, Luane fica irritada porque ninguém reclama para ela das brincadeiras e Léo rebate “porque as pessoas não são igual a você Luane. Você não é todo mundo”.

+ ACOMPANHE TUDO SOBRE A FAZENDA – MAIS CONECTADA

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio