12 dicas de novelas mexicanas e estrangeiras para assistir no streaming durante a quarentena

Plataformas como Netflix e Amazon Prime oferecem várias novelas latinas a seus assinantes

Publicado há 6 meses
Por Felipe Brandão
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Neste período de quarentena e isolamento forçado, porém necessário, muita gente tem aproveitado o maior tempo em casa para se colocar em dia com suas séries favoritas – e, para os assinantes da principais plataformas on demand, boas opções nesse sentido não faltam.

Os noveleiros de plantão, porém, tampouco vão ficar de mãos abanando nesse período. Além das tramas nacionais, ofertadas por Globo, Band e SBT em seus respectivos streamings, há várias alternativas para os fãs de folhetins estrangeiros em plataformas como a Netflix e a Amazon Prime. Confira algumas dicas!

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Paz Vega interpreta a perigosa Catalina Creel na nova versão de Cuna de Lobos (Divulgação / Televisa)

Cuna de Lobos (Amazon Prime)

Os fãs de clássicos mexicanos vão adorar esta repaginação moderna, de apenas 25 capítulos, da novela homônima que imortalizou a figura de Catalina Creel (María Rubio), a famosa vilã do tapa-olho, em 1986.

Filmada no ano passado, esta nova Cuna de Lobos traz a estrela internacional Paz Vega (The OA) na pele da grande antagonista, uma mulher disposta às maiores atrocidades para favorecer o filho, Alejandro (Diego Amozurrutia), no testamento de seu marido, Carlos Lários (Leonardo Daniel) – nem que para isso precise passar por cima do outro filho dele, José Carlos (Gonzalo García), e até de uma moça inocente, Leonora (Paulette Hernández).

Sandra Echeverría interpreta as gêmeas Paola e Paulina em A Usurpadora (Divulgação / Televisa)

A Usurpadora (Amazon Prime)

Reprisada à exaustão pelo SBT, a trama mexicana de 1998 ganha agora uma roupagem diferente e ousada neste remake de curta duração, produzido pela Televisa em 2019.

A primeira-dama do México, Paola Miranda (Sandra Echeverría), cria uma série de confusões quando obriga a própria irmã gêmea, Paulina (Sandra Echeverría), a usurpar seu lugar na casa do presidente Carlos Bernal (Andrés Palacios) para poder fugir com seu amante, Gonzalo (Juan Martín Jáuregui).

O Que a Vida Me Roubou (Divulgação)

O Que A Vida Me Roubou (Amazon Prime)

A novela que foi sucesso nas tardes do SBT em 2017 – e que em breve volta ao ar pela mesma emissora, substituindo Meu Coração é Teu – pode ser conferida na íntegra de seus quase 200 capítulos pelos assinantes da Amazon Prime Video.

A trama, para quem não se lembra, gira em torno do amor proibido de Monserrat (Angelique Boyer) – herdeira de uma família tradicional, porém falida – por José Luiz (Luis Roberto Guzmán), um humilde militar. Obrigada por sua mãe a casar-se com o ricaço Alessandro Almonte (Sebastián Rulli), ela acaba descobrindo uma inesperada e verdadeira paixão nesse casamento inicialmente por interesse.

Sebastián Rulli, Angelique Boyer e Aarón Díaz, os protagonistas da novela Teresa (Divulgação / Televisa)

Teresa (Amazon Prime)

Outra ótima pedida para os fãs de folhetins mexicanos. Exibida duas vezes pelo SBT, Teresa conta a história de uma mulher pobre, porém muito ambiciosa e disposta a tudo para ascender socialmente.

Mesmo apaixonada pelo mecânico Mariano (Aarón Díaz), seu amigo de infância, Teresa (Angelique Boyer) abre mão dos próprios sentimentos para seduzir, em nome do interesse financeiro, o rico advogado Artur (Sebastián Rulli).

Sebastián Rulli é o protagonista de O Último Dragão (Divulgação / Televisa)

O Último Dragão (Netflix)

Sebastián Rulli, o mesmo de Teresa e O Que A Vida Me Roubou, é o protagonista dessa ousada co-produção entre Netflix e Televisa, centrada no mundo do tráfico de drogas e elogiada por sua esmerada qualidade técnica e artista.

Rulli vive Miguel Garza, jovem de origem mexicana que, criado no Japão por sua família adotiva, vê sua vida virar de pernas para o ar ao descobrir ser herdeiro de um verdadeiro império do narcotráfico.

Em sua busca por converter os sujos negócios familiares em algo lícito e honrado, ele se vê amorosamente dividido entre a bela e honesta Adela (Renata Notni) e a perigosa bandida Jimena (Irina Baeva).

Juan Colucho, Livia Brito Arap Bethke protagonizam La Piloto (Divulgação / Televisa)

A Piloto (Netflix)

Livia Brito, a Paloma de Abismo de Paixão (SBT), é a protagonista dessa outra intrincada trama sobre o crime organizado no México – com o diferencial de ser baseada em uma história real.

A estrela latina protagoniza as duas temporadas de A Piloto na pele de Yolanda Cadena, uma jovem que, em busca do sonho de se tornar piloto de avião, acaba se envolvendo com uma perigosa quadrilha de transporte de drogas por via aérea.

Nesse âmbito, ela conhecerá os dois homens que marcarão sua vida: John (Arap Bethke), bandido que será uma espécie de padrinho seu nessa incursão pelo mundo delitivo; e Dave (Juan Colucho), policial que se infiltra na organização disposto a desmantelá-la.

La Reina del Flow é produzida pela Caracol TV (Divulgação: Caracol TV)

A Rainha do Flow (Netflix)

Esta trama colombiana de apenas 82 capítulos chamou a atenção – e também da Netflix, que fez questão de incluí-la em seu catálogo – depois de ter faturado o Emmy Internacional de Melhor Telenovela em 2019.

A história acompanha a vingança de Yeimy Montoya (Carolina Ramírez) contra o homem que desgraçou sua vida e a levou injustamente à prisão: o popstar Charly Flow (Carlos Torres). Após fazer um acordo com as autoridades locais, ela consegue autorização para deixar a prisão e se infiltrar na quadrilha do tio de Charly, Manín (Lucho Velasco), iniciando uma missão que busca justiça além do campo pessoal.

Folhetim de época aposta no drama (Divulgação)

A Escrava Branca (Netflix)

Os fãs de A Escrava Isaura, da Record TV, vão adorar esta história colombiana, muitíssimo parecida à estrelada por Bianca Rinaldi em 2004. Produzida em 2016, retrata em apenas 60 capítulos o movimento pelo fim da escravidão da Colômbia, em meados do século XIX (19).

A protagonista é Victoria Quintero (Nerea Camacho), jovem da alta sociedade que, após o assassinato político de seus pais abolicionistas, passou a infância sendo criada em um quilombo, junto aos escravos negros que salvaram sua vida.

‘Resgatada’ pelas autoridades desse ambiente considerado inóspito, ela cresce na Europa e volta convertida em Lúcia de Penalver (Nerea Camacho), disposta a se vingar do escravocrata Nicolás Parreño (Miguel de Miguel), que encomendou o massacre contra sua família, e a lutar pela liberdade daqueles que considera seu povo.

Betty e o pelotão

Betty, a Feia em Nova York (Netflix)

Uma boa notícia aos fãs da comédia exibida nas tardes do SBT: ela pode ser encontrada completinha na Netflix, em versões dublada e legendada! Mas não vá se confundir: na plataforma de streaming, a atração é conhecida simplesmente como Betty em Nova York.

Paixões Ardentes já foi exibida (incompleta) pela RedeTV! (Divulgação / Telemundo)

Pasión de Gavilanes (Netflix)

Os telespectadores de Paixões Ardentes, novela interrompida pela RedeTV! em 2004, terão a chance de conferir a íntegra desta história de amor, traições e revanche, agora disponível em seu título original no catálogo da gigante on demand. Em todo caso, um aviso importante: a Netflix não possui a versão dublada do folhetim, oferecendo-o apenas em formato legendado.

María Fernanda Yepes vive Maria Madalena em novela da Netflix (Divulgação / Netflix)

Maria Madalena (Netflix)

Quem disse que é somente a Record TV que produz novelas bíblicas? O filão tão conhecido por aqui ganha uma roupagem, digamos, mais ‘mexicana’ com esta retratação história e bíblica de Maria Madalena (María Fernanda Yepes), a principal seguidora de Jesus Cristo (Manolo Cardona) nos tempos antigos.

Esmeralda Pimentel é a protagonista de La Bella y las Bestias (Divulgação / Televisa)

A Bela e as Feras (Netflix)

Osvaldo Benavides, o inesquecível Nandinho de Maria do Bairro, regressa mais maduro – e charmoso – do que nunca neste thriller de 66 capítulos, produzido em 2018 pela Televisa e estrelado por Esmeralda Pimentel, a Kênia de Abismo de Paixão.

A atriz interpreta Isabela León, jovem praticante de artes marciais cujo pai, um honesto policial, é assassinado por encomenda de um poderoso traficante, Armando Quintero (Ari Telch). Em busca de justiça contra os que dizimaram sua família, ela se une ao agente federal Juan Pablo (Benavides), filho desertor do vilão.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais