Publicidade

Conheça quatro novelas que foram sucessos de Ibope, mas nunca foram reprisadas pela Globo

Publicidade

No próximo dia 4 de junho, a Globo irá reestrear Belíssima, novela produzia em 2005 e que ganhará sua primeira reexibição na tradicional sessão Vale a Pena Ver de Novo, tendo a missão de subir os índices da fracassada reprise de Celebridade.

Escrita por Silvio de Abreu, e protagonizada por Claudia Abreu, Glória Pires, Fernanda Montenegro, Belíssima até pouco tempo era só mais uma das novelas que foram grandes sucessos em suas exibições originais, mas nunca tinham ganhando uma reprise na Globo.

Veja mais: Globo muda cronograma de gravação de nova série

Continua depois da publicidade

Por ter várias tramas para reprisar, a emissora sempre escolhe bem – e por algum tempo, manteve prioridade para novelas das 18h e 19h, por conta da Classificação Indicativa. Mesmo, assim, algumas novelas que nunca foram exibidas chamam a atenção.

Nesta lista do Observatório da Televisão, você vai relembrar quatro novelas que nunca foram reprisadas pela Globo e foram sucesso de audiência.

Veja também

Em nova dublagem de Chapolin, Multishow corta piada com cunho considerado homofóbico

Globo News escolhe José Roberto Burnier para comandar seu novo matinal

1 – Um Anjo Caiu do Céu (2001)

Um Anjo Caiu do Céu é considerada a última grande novela de Antônio Calmon, autor que escreveu sucessos como Vamp, Top Model e Corpo Dourado.

Protagonizada por Caio Blat, Um Anjo contou a história de um querubim que salva a vida de um fotógrafo internacional e lhe dá uma chance de resolver a conturbada relação com sua família em apenas seis meses.

Com um texto bonito, otimista, pitadas leves de humor e uma cena final emocionante, Um Anjo Caiu do Céu teve média geral de 34 pontos de Ibope na Grande São Paulo, excelente para a faixa das 19 horas, mas nunca sequer ganhou uma chance de reexibição.

2 – Cordel Encantado (2011)

Considerada até hoje a melhor novela das 18 horas desta década, Cordel Encantado está cotada para ser reprisada até hoje, e sempre aprece como uma das primeiras opções da Globo, mas nunca é escolhida.

Escrita por Duca Rachid e Thelma Guedes, a novela tem um texto lirico e conta a história de um rei que vem até o sertão do Brasil procurar sua filha perdida – no caso, a jovem Açucena, vivida por Bianca Bin.

3 – Ti Ti Ti (2010)

O caso de Ti Ti Ti é extremamente curioso. Em 2016, a novela chegou a ser anunciada pela Globo como a reprise da vez, mas o canal desistiu por causa de A Lei do Amor, escrita pelos mesmos autores de Ti Ti Ti: Maria Adelaide Amaral e Vicent Villai.

Com isso, quem ganhou a vez foi Cheias de Charme. Mas o remake da clássica novela de 1984 ainda está no radar e deve ganhar sua chance logo em breve.

4 – Avenida Brasil (2012)

A principal produção da década, e que revolucionou o modo de se produzir telenovelas, é a principal arma que a Globo tem caso precise resolver um problema no horário da tarde.

Produzida em 2012 e com autoria de João Emanuel Carneiro, Avenida Brasil foi um marco. Até hoje na cultura popular do Brasil, muitos esperam ansiosamente suam reexibição em Vale a Pena Ver de Novo.

 

Publicidade
© 2020 Observatório da TV | Powered by Grupo Observatório
Site parceiro UOL
Publicidade