Joana Borges elogia trabalho feminino em Malhação Vidas Brasileiras: “É muita mulher poderosa em uma temporada só”

Publicado há 3 anos
Por André Romano
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em Malhação: Vidas Brasileiras, Joana Borges é Verena, uma talentosa ginasta. A garota, que mantém um relacionamento com Hugo (Leonardo Bittencourt) chegou a ser assediada e ameaça por um professor no início da temporada. A atriz, que também fez sucesso na novela Rock Story conversou com nossa reportagem sobre a trama teen.

Joana contou que Verena tem alcançado boa repercussão entre os fãs da trama, e destacou que toda a novela é feita com base no trabalho feminino, desde a autora Patrícia Moretzsohn, passando pelas diretoras, e até mesmo técnicas. Confira o bate papo completo com a atriz abaixo:

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Leia também: Milena Toscano exibe barrigão de 8 meses durante aula de pilates

Como está sendo a repercussão do personagem nas ruas?

Às vezes pego umas pessoas me olhando, mas não é todo mundo que chega e vem falar, não. Quando vem, abordam sempre de maneira muito carinhosa e respeitosa.

Como você define o personagem?

É uma garota muito solar, de bem com a vida, ao mesmo tempo que é muito focada e determinada. Sabe exatamente o que quer.

O que mais encanta você no texto de ‘Malhação’?

A Patrícia aborda temas muito necessários e nem sempre são aqueles que são o foco na quinzena. Às vezes em um diálogo despretensioso, ela consegue de forma sutil colocar algum comentário feminista, por exemplo, algo de relevância política ou social no meio do entretenimento.

Joana Borges fala sobre Malhação ter uma protagonista forte

Como é fazer parte de uma temporada que tem uma mulher forte como protagonista?

É maravilhoso e um tanto revolucionário. A personagem Gabriela é uma mulher forte, determinada e, ainda por cima, com um senso de humor extremamente aguçado. Ela erra, é desastrada… isso deixa a personagem humana e ainda mais interessante. A temporada inteira é cercada de mulheres fortes. Temos uma autora mulher, uma diretora artística e duas outras diretoras mulheres. Além de mulheres na técnica, mulher comandando a maquiagem, o figurino… é muita mulher poderosa em uma temporada só!

Os fãs de ‘Malhação’ são leais. Como está sendo a troca com esse público?

É muito bacana, o pessoal torce por alguns casais, opina muito no Instagram e Twitter, principalmente. A internet é o maior termômetro pra saber se alguma coisa está funcionando ou não.

Não foi fácil chegar até aqui. Como está sendo a realização desse sonho?

É maravilhoso poder trabalhar com o que a gente ama. Malhação tem me permitido explorar uma outra Joana, mais jovem, com um espírito mais ingênuo, inocente. Estou muito feliz.

Qual o balanço que você faz do personagem até aqui?

A Verena começou a temporada com um foco grande no esporte e também nos dramas que sofreu. Assédio pelo professor e depois o relacionamento abusivo. Agora estão explorando uma Verena mais leve, solar, mais focada nas relações com os amigos e com ela mesma. Acredito que daqui a pouco, outras tramas vão mexer com o dia a dia da personagem e despertar outras emoções.

O que tira você do sério?

Injustiça, intolerância.

Participações da temporada

Essa temporada, está tendo varias participações. Como está sendo a troca com essas participações?

A gente tem o prazer de atuar com ente muito bacana, experiente. No meu caso, tive uma troca bem bacana com a atriz que fez a minha mãe na trama, a Letícia Isnard.

Qual o Brasil que você deseja para a nova geração?

Um Brasil com menos desigualdade social, educação acessível e com mais empatia e tolerância.

Quais são as suas inspirações?

Grace Passo, Laila Garin, Hilary Swank, Adriana Esteves.

O que podemos esperar dos próximos capítulos de Malhação – Vidas Brasileiras

Algumas histórias vão voltar, outras ficarão mais intensas, vai ter gente nova entrando, novos pares românticos vão se formar.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio