Saída de Camila Queiroz é mais um indício de que Verdades Secretas 2 não deveria existir

A trama de Walcyr Carrasco não disse a que veio em nova temporada

Publicado em 17/11/2021 20:20
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A saída de Camila Queiroz do elenco de Verdades Secretas 2, há poucos dias do fim das gravações, pegou todo mundo de surpresa. Segundo comunicado enviado pela Globo, as cenas finais serão adaptadas para que a trama mantenha a “essência”. Mas, sem dúvidas, Angel há de ter um final definitivo na trama de Walcyr Carrasco.

Verdade seja dita, a ausência da atriz não será muito sentida na novela do Globoplay. É fato que toda a trama de Verdades Secretas 2 gira em torno de Angel, já que a novela mostra Giovanna (Agatha Moreira) tentando provar que a modelo matou seu pai, Alex (Rodrigo Lombardi). No entanto, a presença de Angel no enredo é bastante limitada. Ela não tem uma ação de fato na trama, apenas “flutua” entre as histórias.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A própria Giovanna, rival de Angel, assumiu um protagonismo muito maior em Verdades Secretas 2. E Lara (Julia Byrro) desponta como principal foco da novela ao partir para São Paulo e repetir a trajetória de Angel na primeira temporada. Visky (Rainer Cadete), Blanche (Maria de Medeiros) e Betty (Deborah Evelyn) também têm muito mais espaço que Angel.

E este é apenas um dos vários problemas de Verdades Secretas 2. Com 30 capítulos já disponíveis na plataforma, é possível afirmar que não havia um forte motivo para a retomada da história, além do óbvio marketing envolvido. Ao contrário da primeira temporada, que conta com uma trama forte e envolvente, a segunda leva é apenas uma colcha de retalhos mal costurada.

Em Verdades Secretas 2, Walcyr Carrasco atira para todo lado e abusa de situações pouco elaboradas, muita gritaria e sexo gratuito. A primeira temporada também abusava das gritarias e da falta de sutileza do autor, mas, ao menos, havia uma história sendo contada. Toda a relação entre Angel, Alex e Carolina (Drica Moraes) instigava o público, assim como as tramas paralelas que retratavam o submundo da moda.

Já sua continuação apenas repete estes elementos, mas sem a mesma inspiração. Fica clara a intenção oportunista de apenas usar o título como uma grife para atrair novos assinantes ao Globoplay. O enredo é frágil, pouco verossímil e com desdobramentos constrangedores. Isso sem falar na baixa qualidade dos diálogos.

Verdades Secretas, a primeira temporada, tem um excelente desfecho. Walcyr Carrasco acertou ao deixar em aberto a morte de Alex e mostrar Angel como uma mulher transformada após uma experiência tão traumática. Era assim que o público devia se lembrar destes personagens.

*As informações e opiniões expressas nessa crítica são de total responsabilidade de seu autor e podem ou não refletir a opinião deste veículo.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Deixe o seu comentário

Em Alta

Carregando...

Erro ao carregar conteúdo.

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio