Saiba como foi a festa de lançamento da CNN Brasil e conheça os programas do novo canal

Publicado há 8 meses
Por Renan Vieira
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A CNN Brasil realizou um evento na noite de segunda-feira (9) para apresentar para o mercado publicitário e a imprensa os detalhes de sua operação no país. A festa começou com atraso de aproximadamente uma hora. Marcada para as 19h, a celebração, para os jornalistas, começou com todos restritos a uma sala com paredes pretas. Ademais, ninguém – exceto a reportagem do A Tarde é Sua, da RedeTV! – pôde fazer entrevistas exclusivas enquanto os convidados chegavam.

Depois de alguns minutos, sem saber como o evento ocorreria e qual seria o papel da imprensa, os jornalistas foram concentrados em uma zona, à espera de autoridades, celebridades e demais convidados. Passaram por ali pessoas do calibre do governador de São Paulo, João Doria; o governador fluminense Wilson Witzel e até a secretária nacional de Cultura, Regina Duarte.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Sempre acompanhada por seguranças, imprensa viu de longe o lançamento da CNN Brasil

Na sequência, após boa parte dos convidados já estarem
alocados na parte inferior da Oca, do Parque do Ibirapuera, a imprensa – sempre
controlada por vários seguranças – foi levada para para o mesmo local, onde se
iniciaria o evento. Todos foram colocados na parte de trás, sem cadeira, nem
água. De longe, todos víamos a CNN Brasil apresentar seus contratados e exibir
vídeos que mostram seus planos para o mercado.

A CNN prometeu 17 horas e meia de jornalismo ao vivo por dia, para começar. Só para ilustrar, a ideia é impactar cerca de 60 milhões de brasileiros em todas as plataformas digitais. A estreia acontece em 15 de março. Às 18h, entra no ar o site e todos os perfis nas redes sociais passam a ser abastecidos com notícias.

Duas horas depois, às 20h, o primeiro programa vai ao ar no canal 577 das principais operadoras de televisão paga do país. O CNN no Ar é uma revista eletrônica, um programa especial que reúne todos os âncora para apresentar o canal. Na atração, haverá entrevistas exclusivas – acredita-se que uma delas com o presidente da República Jair Bolsonaro -, giro de notícias, reportagens especiais. Ademais, a cobertura do último debate entre os candidatos democratas à eleição presidencial americana também ocorrerá, com repórteres nos Estados Unidos e analistas no Brasil.

CNN Brasil, em total sinergia com a matriz norte-americana

A CNN fez questão de explicar que é uma marca licenciada, mas trabalha em total sinergia com a CNN Internacional. Com isso, ocorrerá a troca de conteúdos entre elas. Aliás, as reportagens produzidas pela CNN Brasil podem ser exibidas no exterior, o que poderia impactar até 2 bilhões de pessoas. Além disso, o canal brasileiro já tem previstos diversos documentários americanos e ingleses feitos pela própria CNN americana a internacional e, também, pela britânica BBC.

Com uma equipe de 450 pessoas, dentro e fora do país, 160 jornalistas, a CNN leva ao ar oito telejornais produzidos em São Paulo, principalmente. Os matinais são CNN Agora, com as primeiras notícias da manhã. Logo vem o CNN Novo Dia, uma revista eletrônica com três horas de duração. O Live CNN promete fazer a transição entre a programação matutina e a vespertina. No início de tarde, o telespectador vai ver o Visão CNN. Entre o fim de tarde e início de noite, vai ao ar o 360º. Já no horário nobre, o Expresso CNN e o Jornal da CNN.

Fim de noite e madrugada com documentários e entrevistas, além de boletins ao vivo

A programação da noite termina com o Realidade CNN, programa de documentários, seguido pelo programa de entrevistas da reconhecida internacionalmente Christianne Amanpour, que leva seu nome. Nas madrugadas, o jornal é o CNN Newsroom, além de boletins apresentados por Elisa Veeck entre as reprises dos jornais do prime-time. A saber, nos finais de semana, além do CNN Séries Originais nas noites de domingo, a CNN segue com exibição diurna do CNN Newsroom.

O evento foi finalizado com uma série de discursos gerais de autoridades sobre o novo canal. Com efeito, em nenhum momento da festa a concorrência foi citada. Sequer foi mencionada a competitividade, a concentração do mercado de jornalismo brasileiro. Falou-se sempre em fazer história, em inovar na cobertura jornalística no País.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais