PopStar se firma como o melhor ‘formato original’ da Globo

Publicado há um ano
Por André Santana
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O desacreditado PopStar, da Globo, chegou à terceira temporada. A atração, que nasceu depois do parco desempenho de seu antecessor, Superstar, leva o selo “Formato Original Globo”, assim como o finado Tomara que Caia e o atual Mestre do Sabor. Ou seja, um programa criado pela própria emissora. Três anos e duas apresentadoras depois, o show de talentos com famosos conseguiu arredondar sua fórmula e, hoje, é um produto vitorioso. É o melhor dos formatos “criados” pela emissora.

PopStar chega fortalecido ao seu terceiro ano porque amadureceu com a experiência. A chegada de Taís Araújo, somada ao azeitamento da fórmula, fez o programa se firmar como um entretenimento familiar de qualidade, ideal para as tardes de domingo. Neste contexto, Taís se tornou peça fundamental, já que conseguiu fugir do roteiro e imprimir descontração à apresentação. Coisa que a primeira apresentadora, Fernanda Lima, não conseguia. Fernanda é ótima, sem dúvidas, mas não se enquadrou no formato.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Já Taís Araújo só melhorou com o tempo. Depois da estreia verde, a atriz resolveu brincar com os erros, seus e do programa (que foram muitos na temporada anterior). E o resultado disso foi fazer do PopStar um programa mais “relaxado”, que combina bem com a proposta. Afinal, trata-se de uma competição de talento entre famosos. Ou seja, no fundo, é uma grande brincadeira. Entendido isso, PopStar deslanchou.

Nova temporada

A terceira temporada do PopStar conta com as participações de Babi Xavier, Claudia Ohana, Danilo Vieira, Eriberto Leão, Helga Nemetik, George Sauma, Jakson Follmann, Leticia Sabatella, Marcelo Serrado, Nany People, Robson Nunes, Totia Meireles e Yara Charry. Ou seja, assim como nos anos anteriores, a produção mescla artistas com alguma experiência na música (como Babi, Ohana e Leão) com algumas surpresas, como Follmann.

Outra novidade da temporada 2019 é a presença de João Côrtes, que substitui Tiago Abravanel nos bastidores. O jovem, que se destacou como participante no ano passado, não decepciona. E as performances da estreia deste domingo (27) mostram que a competição será acirrada. Começou bem.

*As informações e opiniões expressas nessa crítica são de total responsabilidade de seu autor e podem ou não refletir a opinião deste veículo.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio