Filmes e séries

QUARTA TEMPORADA

JÁ DISPONÍVEL

Entrevista

Xuxa revela: “A nave é a grande estrela na exposição Xuxa Xperience”

Exposição que conta trajetória de sucesso da Rainha dos Baixinhos terá início em novembro

Publicado em 26/08/2022

Xuxa Meneghel lançou o seu terceiro livro infantil, Mimi, a Vaquinha que Não Queria Virar Comida. Essa obra é pensada como forma de introduzir o assunto, tão complexo quanto necessário, ao universo infantil.

No livro a eterna Rainha dos Baixinhos fala sobre a relação com uma bezerra, quando ainda tinha posse de uma fazenda.

Ela diz ainda que o livro tem o objetivo de tocar o coração das pessoas e propor uma reflexão sobre mudança de hábitos, ou mesmo diminuir a proteína animal ingerida no cotidiano.

A artista comenta a exposição Xuxa Xperience, que entrará em cartaz em São Paulo a partir de novembro. “Não tenho dúvida que a nave vai estar lá e as pessoas vão poder tirar fotos com ela, é capaz da fila dela ser bem maior do que a minha, porque a nave é a grande estrela”.

Xuxa Meneghel 

Em formato de retrospectiva, a mostra terá experiências imersivas sobre sua carreira e vida pessoal. Cerca de 40 figurinos originais usados em shows e programas foram restaurados para serem exibidos no projeto.

A apresentadora está gravando a nova série do Disney+ intitulada Tarã, que apresentará uma trama centrada na preservação ambiental, com a participação de Angélica. A produção terá locações no Acre, São Paulo e Rio de Janeiro.

Confira o bate-papo com Xuxa:

RODRIGO CERIBELLI – O que você pode nos contar sobre o seu terceiro livro infantil, Mimi, a Vaquinha que Não Queria Virar Comida?”

XUXA MENEGHEL – É uma história obviamente lúdica, tem a ficção, mas também tem a verdade. Mimi é um bezerrinho que existiu de verdade, na realidade ela perdeu a mãe dela e aí chegou perto de mim eu acabei me apaixonando por ela, dando de mamar por alguns dias.

Logo depois, eu demorei a voltar para a fazenda, quando eu cheguei lá, ela já tinha virado uma vaca, e me recebeu com o mesmo carinho, como se fosse um cachorrinho. Quando eu vendi a fazenda com porteira fechada, a vaquinha Mimi estava lá.

Depois de um tempo eu liguei para ver como é que ela estava, e logo uma pessoa que cuidava da fazenda me disse que ela foi morta logo na primeira semana: “Virou comida rapidinho…”

Na pandemia tive a vontade de falar sobre o veganismo para a criança e fui querer contar a história da vaquinha que não queria virar comida. Que possamos olhar para as para os bichos com muito carinho, que uma vaca, uma galinha, um porquinho ou um peixinho não precisam latir para receber o nosso carinho.

RC – Na exposição Xuxa Xperience, o que você acha que está sendo mais aguardado pelos fãs?

XM – Acho que na exposição Xuxa Xperience, a nossa experiência sensorial, onde as pessoas vão poder sentir o cheiro, tocar, viver e conviver desde o meu nascimento até os dias atuais.

Não tenho dúvida de que a nave que vai estar lá e as pessoas vão poder tirar fotos com ela, é capaz da fila dela ser bem maior do que a minha porque a nave é a grande “estrela” na exposição.

RC – Como está sendo participar desses novos projetos para o Globoplay?

XM – Para mim foi uma grande surpresa o Globoplay fechar comigo o documentário, já que na realidade já tínhamos fechado a princípio com um outro streaming. Como contar a minha história sem que a Globo estivesse comigo? Afinal são 28 anos de arquivos, de vida e de história lá!

Fiquei muito feliz, porque primeiro é o Pedro Bial, tenho certeza de que vão ter um cuidado absurdo com tudo e segundo porque eu estou na Globo e a minha vida está tudo ali. Logo depois virá o filme Rainha, que não irei participar, mas será produzido pelo Globoplay, onde vão ser alguns episódios completamente diferente do documentário. As pessoas vão gostar muito e vai ser um arraso!

RC – O Projeto Navio da Xuxa, o que terá de novidades, além do cruzeiro temático?

XM – A grande novidade é a gente conseguir fazer, porque vai sair agora nos meus 60 anos… Muitas coisas novas e legais vão acontecer ali, vou deixar para vocês descobrirem, porque o show inteiro foi montado para o navio. Esse show não vai existir em outros lugares e será dali que iremos tirar a nossa turnê para viajar para o Brasil.

RC – Pode nos falar sobre o projeto da Disney chamado Tarã, junto com Angélica? Quem irá substituir a Eliana nesse projeto?

XM – Quando a Disney teve a iniciativa de fazer esse projeto, tive a vontade de fazer alguma coisa ligada à natureza e a destruição do meio ambiente. A Disney, com a maestria deles, resolveu fazer uma coisa lúdica, com ficção, mas também com uma pitada de verdade…

Quando comecei a ler o roteiro, não queria parar de ler.  Fiquei acordada até de madrugada querendo ler tudo… A Eliana infelizmente não pôde fazer a participação por contratos que ela já tinha assinado e não deu para fechar com a Disney, mas vamos aguardar essa ideia para mais à frente…

E, se vocês quiserem saber mais sobre o personagem dela e quem vai ficar no lugar dela, vão ter que ver o seriado…

© 2023 Observatório da TV | Powered by Grupo Observatório
Site parceiro UOL
Publicidade