Marimar no Globoplay surpreende dubladora de Thalia: “Emissora gosta de qualidade”

Em entrevista à coluna, Guilene Conte comemora lançamento de novela mexicana no streaming

Publicado em 26/8/2021
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Thalia, aniversariante desta quinta-feira (26), passou de “pedra no sapato” a “xodó” da Globo. Após tomar a liderança da audiência para o SBT, na década de 1990, a estrela mexicana é exaltada com o lançamento de Marimar no Globoplay. Finalmente, a emissora do “padrão de qualidade” reconheceu o sucesso da moça pobre que se apaixona por um fazendeiro milionário. A estreia surpreendeu o público e também a dubladora da protagonista, Guilene Conte.

Voz de Thalia na “trilogia das Marias” (incluindo Maria Mercedes e Maria do Bairro, também comprada pela plataforma de streaming), Guilene comemora a valorização de seu trabalho nos “dramalhões”. Em intervalos comerciais da Globo e até do SBT, o Globoplay divulga a novela como “a Marimar que você já conhece”, com “as mesmas baixarias” e “a mesma dublagem”, realizada há 25 anos nos estúdios da extinta Herbert Richers, no Rio de Janeiro.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Para mim, foi uma surpresa muito boa, prova que nosso trabalho foi bem feito, agradou, e mesmo depois de tanto tempo de exibição o produto continua atual. Sinal de que funcionou bem a parceria entre a Thalia e todo o elenco de dublagem”, analisa Guilene em entrevista exclusiva à coluna.

Em suas cinco exibições no SBT, Marimar incomodou a Globo com picos de 20 pontos no Ibope contra o Jornal Nacional. Silvio Santos chegou a desistir de gastar dinheiro com novelas brasileiras ao observar que Thalia registrava quase o triplo da audiência de Dona Anja, exibida na sequência.

Tachada pela Globo e pela imprensa da época como “cafona” e “malfeita”, Marimar se tornou símbolo da cultura televisiva dos anos 90. De olho no público do SBT, o Globoplay se rendeu à “breguice” e também anunciou as duas novelas mais reprisadas pela rede de Silvio Santos: Maria do Bairro e A Usurpadora, ambas com sete exibições.

Guilene Conte defende a qualidade dos “dramalhões” e acredita que os fãs de Thalia e das novelas mexicanas estimularam a Globo a comprar Marimar para o streaming.

“Acho que está no Globoplay porque já reprisou várias vezes e em todas foi sucesso. Vai pegando várias gerações. O trabalho é bom, tem qualidade, e a emissora gosta de qualidade, do que dá certo”, afirma a dubladora.

Siga o colunista no Twitter e no Instagram.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em Alta

Carregando...

Erro ao carregar conteúdo.

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio