Mais do que você gosta.
Assine o Star+
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
"Tô voltando"

Eufóricos, jornalistas da Globo quebram protocolo e celebram Libertadores fora do SBT

Torneio continental voltará à principal emissora do país em 2023

Publicado em 12/05/2022
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

O retorno da Copa Libertadores da América à Globo em 2023, três anos após a quebra de contrato em razão da pandemia de coronavírus, foi comemorado com euforia pelos jornalistas da casa, especialmente os que foram contratados durante o período em que pertencia ao SBT e ainda não tiveram a oportunidade de trabalhar na competição continental.

Nas redes sociais, profissionais da Globo reagiram com alegria ao anúncio da Conmebol (Confederação Sul-Americana de Futebol), na tarde desta quinta-feira (12), que garantiu a Libertadores na emissora até 2026. Ana Thaís Matos, comentarista que estreou na Globo em setembro de 2019, inspirou-se em Tô Voltando, um dos sucessos da cantora Simone. Nem precisou explicar a “indireta”.

Continua depois da publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Luiz Teixeira trocou a Band pela Globo em abril de 2021, quando o SBT já havia exibido a final da Libertadores entre Palmeiras e Santos. Ele compartilhou a notícia do site esportivo de sua emissora “beijando” a taça com emojis.

Lívia Laranjeira, que cobriu o Mundial de Clubes da Fifa em Abu Dhabi, em fevereiro, compartilhou o tweet do chefe, Renato Ribeiro, diretor de Conteúdo do Esporte da Globo: “Olha quem voltou”.

A Globo agora torce para os clubes com as maiores torcidas se classificarem à próxima Libertadores e repitam a “sorte” do SBT, que transmitiu duas finais consecutivas entre brasileiros e impôs derrotas históricas à futura detentora exclusiva do campeonato.

Na decisão de 2020, realizada em janeiro de 2021, o SBT liderou em todos os minutos e marcou 25,3 pontos de média e 32,1 de pico na Grande São Paulo, contra apenas 11,1 pontos da Globo, que apelou ao Big Fone do BBB para reduzir danos.

Na segunda final do Palmeiras, desta vez contra o Flamengo, o desempenho do SBT foi ainda melhor: 27,3 pontos de média e 32 pontos de pico. A Globo marcou 9,3 pontos, mas subiu rapidamente ao cobrir a festa da torcida palmeirense, abrindo espaço para o retorno da competição internacional.

Nenhuma final no SBT, entretanto, superou a audiência da última transmitida pela Globo (Flamengo x River Plate, em novembro de 2019, registrou média de 32 pontos em São Paulo e 45 no Rio). Diferentemente de outros eventos da concorrência, a emissora não “escondeu” a Libertadores pois já planejava ir com tudo pelos direitos de transmissão perdidos após a rescisão com a Conmebol.

Ao SBT, que se contentou com a exclusividade da Copa Sul-Americana, resta duas torcidas: que clubes grandes, especialmente paulistas e cariocas, se deem mal no Brasileirão e ocupem o meio da tabela, garantindo o acesso ao torneio menor; e que sua última Libertadores termine em outubro com dois grandes brasileiros na final.

Siga o colunista no Twitter e no Instagram.

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Deixe o seu comentário

Em Alta

Carregando...

Erro ao carregar conteúdo.

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Posting....