Análise

BBB 23: Eliminação de Domitila Barros impede primeiro pódio preto da história e premia racistas

Desejo de Fred Nicácio ruiu com eliminações sucessivas de participantes negros do Big Brother Brasil

Publicado em 18/04/2023

O BBB 23 tem um vencedor: o racismo. Eliminada nesta terça-feira (18), Domitila Barros levou a última chance de um inédito paredão preto, desejado por Fred Nicácio ao retornar à casa pela repescagem. Dos cinco candidatos restantes, apenas dois são negros. A uma semana do fim, os brancos são maioria no reality show da Globo.

A vitória do racismo não significa criminalizar os fãs de Amanda e Larissa, que votaram pela saída de Domitila. Embora tenha começado com a maior concentração de pretos e pardos de todas as temporadas (11 no total), o BBB 23 se mostrou um território hostil e preconceituoso para negros, dentro e fora da competição.

O último branco eliminado foi Fred, no Paredão de 21 de março, há longínquas quatro semanas. O youtuber migrou para a Casa do Reencontro e desistiu em questão de segundos. Pelo voto, Fred Nicácio e Larissa retornaram ao jogo, porém nenhum negro sobreviveu às berlindas subsequentes.

Assim que pisou pela terceira vez no Big Brother Brasil, Nicácio revelou sua meta: formar o primeiro pódio preto da história do reality show. A ideia, totalmente possível por haver oito negros na disputa, representava uma reparação histórica contra o racismo sofrido pelo médico durante a competição.

O pódio preto, no entanto, foi alvo de ataques racistas e erroneamente criticado em programas de TV. O principal argumento era falsa teoria de “racismo reverso”, que não existe porque a única opressão racial no Brasil ocorreu de brancos contra negros.

Fred Nicácio chegou a ser comparado ao líder nazista Adolf Hitler, ídolo da extrema-direita, que almejava uma “raça pura” perseguindo negros, gays e judeus. Dentro da casa, Ricardo discordou pelo mesmo motivo, por não ter a mesma educação antirracista do médico.

Após manifestar o desejo de eliminar todos os brancos do BBB 23, somente negros caíram no Paredão. Um a um: Gabriel Santana, Marvvila, Fred Nicácio, Cezar Black e Sarah Aline.

Domitila Barros, Ricardo e Aline Wirley eram os três últimos representantes negros do Big Brother Brasil 23, até a eliminação da miss e ativista. O histórico e merecido paredão preto fica para o BBB 24, se racistas não se apoderarem do reality show como ocorreu na maioria das edições.

Siga o colunista no Twitter e no Instagram.

As informações e opiniões expressas nesta crítica são de total responsabilidade de seu autor e podem ou não refletir a opinião deste veículo.

© 2024 Observatório da TV | Powered by Grupo Observatório
Site parceiro UOL
Publicidade