Paz

Ministro do STF, Gilmar Mendes acabou com treta entre jornalistas da Globo

Globoplay apresenta histórias curiosas sobre Jorge Bastos Moreno, grande jornalista do Grupo Globo

Publicado em 16/04/2023

Em homenagem ao jornalista Jorge Bastos Moreno, o Globoplay lançou neste mês um documentário que conta a vida e o legado do comunicador com destaque especial para a políticia, sua principal área de atuação. Entre tantas histórias curiosas e imperdíveis de Moreno, como era conhecido entre os colegas e políticos, um desentendimento nos anos 90 envolvendo um grande amigo e parceiro de trabalho, Heraldo Pereira. A situação só se resolveu graças a intervenção de Gilmar Mendes, ministro do Supremo Tribunal Federal.

Âncora do Bom dia Brasil em Brasília, Heraldo Pereira conta no especial detalhes do desentendimento que teve com Moreno: “Ele exagerava algumas vezes. No nosso último rompimento, passei meses sem falar com ele“. Moreno confessou ao então advogado-geral da Uniao, Gilmar Mendes, atual ministro do STF, o corrido. Mendes achou que era brincadeira, e então ligou para Heraldo: “Oh, Heraldo, como que é isso? Vai brigar com o Moreno? Fala com o Moreno! Não fica zangado”.

Ministro do Supremo Tribunal Federal, Gilmar Mendes: Crédito: Fellipe Sampaio/SCO/STF

Heraldo ficou espantando com a ligação e disse: “Não acredito que o Moreno ligou pro senhor por contas das intrigas que ele fez! Tá bom, ministro. Vou ligar pro Moreno”. Pereira então ligou para Moreno e amizade entre eles se restabeleceu. Moreno ficou feliz com a ligação e já convidou Heraldo para ir à sua casa: “Então, vem aqui. Hoje tem almoço [Moreno tinha como marca registrada realizar almoços, jantares em sua casa para receber jornalistas, políticos e artistas]!”.

O repórter do Poder conta a a história de Jorge Bastos Moreno, o jornalista que conquistou o poder e artistas. Obcecado pela notícia foi o autor de furos históricos e viveu grandes paixões. A obra é de autoria Letícia Muhana, ex-diretora da Globo, GNT e Viva, conta com quatro episódios sob a direção de Patricia Lovell-Parker Guimarães, roteiros de Cristina Aragão, jornalista especializada em cultura que está fazendo muito falta na Globo News, Jacqueline Cantore, Mariliz Pereira Jorge, que escreve textos imperdíveis, e Renée Castelo Branco.

Saudoso jornalista Jorge Bastos Moreno homenageado por colegas, amigos e familiares em série documental (Divulgação Globoplay)

O documentário conta com as participações de Ali Kamel, diretor de jornalismo da Globo e Globo News, que detalha o estilo e o profissionalismo de Moreno; Renata Lo Prete, âncora do Jornal da Globo e sua grande parceira de apuração; Andréa Sadi e Julia Dualibi, titulares do Estúdio I e Globo News Mais, atrações da Globo News; Pedro Bial; Mariana Ximenes; Maria Ribeiro; Gilberto Gil; além de amigos, colegas de trabalho, funcionários e familiares de Moreno, que faleceu em 2017.

A série é fundamental para que se conheça o processo longo e muitas das vezes ingrato que a apuração, o contato que a imprensa tem com políticos, exige. Moreno deixa um legado para dezenas de colegas que cobrem os bastidores de Brasília. O documentário humaniza a política e o jornalismo, apresenta à sociedade curiosidades e fatos históricos como trocas de poderes durante o Regime Militar, Diretas Já, o turbulento governo de Fenando Collor, entre outros, que Moreno ajudou a escrever.

© 2024 Observatório da TV | Powered by Grupo Observatório
Site parceiro UOL
Publicidade