Megera

Celeste vai se redimir? O que acontece com a filha de Tânia no final de Poliana Moça?

Vilã vira uma nova pessoa ou paga caro por crimes na trama do SBT?

Publicado em 18/05/2023

O final de Celeste (Allana Lopes) ainda é mantido em segredo em Poliana Moça. Entretanto, algumas teorias mostram o que acontece com a moça na novela do SBT. Será que ela vai se redimir?

Após descobrir que é filha de Tânia (Ana Paula Valverde), ela mostrou as suas garras. Tão mau-caráter quanto sua genitora, Celeste começou a participar de seus planos maléficos.

Além disso, a rival de Raquel (Isa Moreira) caiu para trás ao saber que é filha de Roger (Otávio Martins). Mas ela não acreditou na história e rejeitou seu pai, além de toda a família dele.

Celeste (Allana Lopes) em Tânia (Ana Paula Valverde) em Poliana Moça
Celeste Allana Lopes em Tânia Ana Paula Valverde em Poliana Moça

O que acontece com Celeste?

Há duas teorias sobre o final de Celeste em Poliana Moça. O primeiro é uma possível redenção. Embora tenha o sangue ruim de Tânia, ela não foi criada pela mãe. Antes de encontrá-la, passou por muitas dificuldades e provações.

Assim, Celeste pode ter um momento de reflexão e acabar detonando todas as armações da vilã. Como visto nos capítulos mais recentes, ela vai atrás de Glória (Clarisse Abujamra), que fica tocada ao descobrir que ela é sua neta. Por isso, a mãe de Roger tenta salvar a neta e cria um conflito com Otto (Dalton Vigh).

Celeste (Allana Lopes) em Poliana Moça
Celeste Allana Lopes em Poliana Moça

Com isso, a boa mulher fará de tudo para tentar redimir Celeste, mostrando que a moça é jovem demais para seguir o caminho de Tânia e estragar a sua vida com maldades. Dessa forma, a malandra vira uma nova pessoa e denuncia a própria mãe.

Por outro lado, nem o apelo de Glória pode ser suficiente para tocar Celeste. Asquerosa, ela também pode ter um destino trágico, ou mofando na prisão e até morrendo nos últimos capítulos.

Vale destacar que Poliana Moça entrou na reta final e termina no dia 26 de maio.

© 2024 Observatório da TV | Powered by Grupo Observatório
Site parceiro UOL
Publicidade