saiba tudo

Morte inesperada: Personagem importante leva tiro em O Rei do Gado

Essa é uma das tragédias marcantes da novela rural exibida na Globo

Publicado em 17/12/2022

Um personagem importante de O Rei do Gado vai morrer. A novela exibida originalmente entre 1996 e 1997 ainda vai surpreender muito o público do Vale a Pena Ver de Novo.

Uma das curiosidades tem relação com o núcleo político da trama escrita por Benedito Ruy Barbosa, liderado pelo senador Roberto Caxias, interpretado por Carlos Vereza. Trata-se da participação de Eduardo Suplicy, um dos nomes mais conhecidos da política brasileira.

Este ano Suplicy encerra mais um mandato como vereador da cidade de São Paulo e em 2023 assumirá o cargo de deputado estadual. O ex-marido de Marta Suplicy foi o mais votado entre os candidatos nessas eleições.

Morte de Caxias em O Rei do Gado

No decorrer da história de O Rei do Gado acontece uma tragédia com o senador Caxias. A cena em questão mostra o político caminhando ao lado de Regino (Jackson Antunes), Lupércio (Adenor de Souza), Formiga (Cosme dos Santos) e Fulgêncio.

Carlos Vereza como senador Caxias em O Rei do Gado
Carlos Vereza como senador Caxias em O Rei do Gado

Caxias afirma aos militantes sem-terra que o projeto de lei do qual é relator deve entrar em vigor e certamente mudará a realidade de quem luta por um pedaço de terra no Brasil.

Com muita certeza, ele tranquiliza Regino sobre a aprovação da lei e pelo cumprimento dela pela Justiça. “Eu aposto a minha vida nisso. Eu aposto a minha própria vida nisso amigo Regino. Eu aposto nisso… A minha própria vida Regino. A minha própria vida!”, exclama Caxias.

Logo após essa afirmativa efusiva, tiros são disparados no local. A priori, o telespectador imagina que Regino foi baleado. Mais adiante é possível ver que o senador está todo ensanguentado pelo tiro que levou. Caxias morre no local.

Cenas da morte do senador Caxias (Carlos Vereza) em O Rei do Gado
Cenas da morte do senador Caxias Carlos Vereza em O Rei do Gado

Eduardo Suplicy no velório

Eduardo Suplicy aparece justamente na sequência que mostra o velório do senador Caxias, que está sendo velado pelo próprio “rei do Gado” Bruno Mezenga, papel de Antonio Fagundes.

Interpretando ele mesmo, o político de carreira e pai de Supla surge no local aparentemente triste pela morte do ‘colega’.

Bruno Mezenga (Antônio Fagundes), Eduardo Suplicy e cena de velório em Rei do Gado
Bruno Mezenga Antônio Fagundes Eduardo Suplicy e cena de velório em Rei do Gado

“Em 1997, fui convidado a participar da novela O Rei do Gado, atuando como eu mesmo no velório do senador Roberto Caxias. Tive a honra de contracenar com o grande ator Antônio Fagundes. O que vocês acharam?”, perguntou Suplicy em sua conta do Twitter ao relembrar as cenas.

Confira como foi:

© 2024 Observatório da TV | Powered by Grupo Observatório
Site parceiro UOL
Publicidade