Compre iPhone SE na Apple a partir de R$ 3.779,10 à vista ou em até 12 vezes. Frete grátis para todo o Brasil
Saiba mais
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
TRINDADE

Filho de Almir Sater revela bastidores com o pai e emoção por estar no elenco de Pantanal

Remake produzido pela Globo é a segunda novela de Gabriel Sater

Publicado em 26/03/2022
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Gabriel Sater poderá ser visto na tela da Globo a partir de segunda-feira (28) no remake de Pantanal. Esta é a segunda telenovela do cantor e ator, filho do violeiro Almir Sater.

Em entrevista coletiva realizada pela Globo na última semana, Gabriel contou detalhes sobre sua proximidade com o papel que vai interpretar: Trindade, o mesmo que seu pai viveu na primeira versão de Pantanal, em 1990.

Continua depois da publicidade
Não foi possível carregar anúncio

“Antes de fazer o teste da novela comecei a investigar com meu pai inúmeras histórias. Mesmo como fã da novela, assistindo, tinha muita curiosidade das intimidades do set com meu pai. Quis entender o processo em relação ao Trindade, como ele chegou ao convite para ser o Trindade, porque não foi de cara…“, diz Gabriel.

Ele abre o jogo sobre o processo de composição. “Aos poucos entendi cada cena e também cada camada desse personagem complexo depois que passei no . A cada cena que via fui perguntando [para Almir Sater], mas ele me deixou muito livre, pediu pra eu encontrar o novo“, revela o artista.

Almir Sater e Gabriel Sater estão na novela Pantanal

Relação mais próxima com o pai

Aos 41 anos, Gabriel Sater se diz feliz da vida pela chance de interpretar o personagem. “É uma experiência única. Nunca quis fazer um personagem como quis fazer o trindade na minha carreira. A cada dia a gente se fala e novas intenções são descobertas

Além de trocar figurinhas com o pai sobre a atuação Gabriel aprendeu a tocar outro instrumento, que será também usado em cenas de Pantanal. “Outro desafio foi a estudar viola, pedi conselhos, pegando algumas frases dele [Almir]. A relação é muito próxima, tá sempre me perguntando sobre a cena de ontem, de amanhã. Pantanal ajudou muito a gente a se aproximar como pai e filho”, reflete.

À época da versão original, escrita por Benedito Ruy Barbosa e exibida na Manchete, Gabriel pode viver de perto os bastidores ao lado do pai e tem até algumas memórias curiosas.

“Acompanhei as gravações no set, passei minhas férias com o elenco de pantanal original. Era muito bacana essa ligação, eu era o pombo-correio, atravessava de uma fazenda a outra, mandando recado, brinquei no ultimo capitulo da novela”, revela o ator.

Gabriel Sater e Almir Sater, à época de Pantanal, em 1990 (Divulgação)

Leia outros textos desta colunista.

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Deixe o seu comentário

Em Alta

Carregando...

Erro ao carregar conteúdo.

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Posting....