Mais do que você gosta.
Assine o Star+
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
REMAKE

Dois personagens importantes morrem devorados por piranhas em Pantanal

Desfechos trágicos aconteceram na versão antiga da novela e devem se repetir

Publicado em 20/04/2022
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Pantanal já apresentou algumas mortes trágicas na primeira fase. Daqui para a frente, na segunda etapa da novela, alguns desfechos aterrorizantes acontecerão com personagens importantes.

Com o pantanal como cenário principal, a história ganha cenas muito relacionadas à flora e principalmente à fauna do bioma. Maria Marruá (Juliana Paes) se tornando onça é um belo exemplo disso.

Continua depois da publicidade
Não foi possível carregar anúncio

O autor original da trama, Benedito Ruy Barbosa, quis explorar bastante o ambiente do começo ao fim e isso também podemos ver na adaptação de Bruno Luperi.

Onça-pintada Matí

No contexto trágico da história há a sucuri vivida pelo Velho do Rio (Osmar Prado), que já fez algumas vítimas até então, como um dos jagunços que iriam assassinar Gil (Enrique Diaz) e Lúcio (Erom Cordeiro), o matador de Maria Marruá.

Na reta final, serão as piranhas as protagonistas de cenas macabras de mortes de personagens importantes da novela. Conheça o fim trágico com esses peixes devoradores de carne humana.

A morte de Levi

Levi (Leandro Lima) é um dos peões de José Leôncio (Marcos Palmeira) que vai fazer escolhas erradas durante o folhetim. O público ainda não pode peceber, mas o personagem tem traços de vilania. Ele é diferente do correto Tibério (Guito), por exemplo.

No decorrer da novela, Levi tentará ficar com Maria Bruaca (Isabel Teixeira) a força e também se envolverá com Muda (Bella Campos). Este último caso vai tocar na ferida de Tibério, que vai enfrentar o rival frente a frente em cenas de muita ação, pois Levi estará sendo caçado também por Alcides (Juliano Cazarré) a mando de Tenório (Murilo Benício).

Ameaçando matar Muda, Levi encoraja Tibério a atirar em seu peito. O peão se desiquilibra e cai no rio de piranhas, sendo devorado por elas em seu desfecho trágico.

Leandro Lima como Levi em Pantanal

Alcides joga Tenório às piranhas

A morte de Tenório terá a ver com sua vingança contra o amante de Maria Bruaca, Alcides. Cruel, o vilão vai decepar o órgão genital do rapaz – ao que tudo indica, essa tragédia irá se repetir no remake da Globo.

Mesmo após a atrocidade, Alcides não desistirá do romance que tem com a patroa. Isso desperta ainda mais o ódio do fazendeiro pelo funcionário, que decide assassiná-lo de vez.

Porém, o plano de Tenório dá errado e Alcides finca uma lança em seu peito. Como se não bastasse, o amante eunuco da personagem de Isabel Teixeira joga o marido de sua amada, já quase morto, em um rio de piranhas.

Na primeira versão da novela, escrita por Benedito Ruy Barbosa, Tenório foi interpretado por Antônio Petrin, Maria Bruaca por Ângela Leal e Alcides por Ângelo Antônio.

Tenório (Murilo Benício) de Pantanal (Divulgação)

Leia outros textos desta colunista.

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Deixe o seu comentário

Em Alta

Carregando...

Erro ao carregar conteúdo.

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Posting....