Compre iPhone SE na Apple a partir de R$ 3.779,10 à vista ou em até 12 vezes. Frete grátis para todo o Brasil
Saiba mais
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
humorísticos

Cinco programas que fracassaram na Globo em pouco tempo

Com baixa audiência, atrações foram canceladas pela emissora

Publicado em 03/04/2022
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

O Zig Zag Arena, game show comandado por Fernanda Gentil que entrou no ar em 2021 durou pouco mais de dois meses na grade da Globo.

A atração, que foi criada por ninguém menos do que Boninho, foi um verdadeiro fracasso de audiência.

Continua depois da publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Acontece que essa não foi a primeira produção que precisou ser retirada do ar pela maior emissora do Brasil.

Muitas outras não apresentaram bons números e logo sumiram da TV. Abaixo você conhece cinco programas – entre os mais recentes – que não vingaram e ‘faliram’ em questão de meses.

Tomara Que Caia

Um dos programas mais relembrados por ter sido um ‘fracasso’ é o Tomara Que Caia, exibido em 2015 e que tinha direção de Carlo Milani, roteiro final de Cláudio Manoel e direção de criação de Boninho – de novo ele! A produção começou em julho e foi tirada do ar em novembro do mesmo ano.

A atração também tinha um super elenco, apesar dos pesares. Heloísa Perissé, Eri Johnson, Marcelo Serrado e Os Barbixas eram fixos, e Nando Cunha, Fabiana Carla, Dani Valente, Priscila Fantin, Ricardo Tozzi, Danielle Winits, Érico Brás, André Gonçalves, em alguns dos episódios.

Tanto os telespectadores quanto os críticos avaliaram o humor feito pelos atores como algo ‘ultrapassado’. Um dos roteiristas colaboradores, Victor Sarro, falou recentemente sobre ter ‘vergonha’ de assumir ter participado do programa.

Elenco do programa Tomara que Caia, da Globo (Divulgação)

Divertics

Dirigido por Jorge Fernando e Ana Paula Guimarães, Divertics entrou na grade da Globo para substituir o Esquenta!, comandado por Regina Casé aos domingos. A atração foi ao ar pela primeira vez em dezembro de 2013 e foi cancelado em março de 2014.

O público não gostou nada das piadas feitas no humorístico, o que espelhou no resultado péssimo de audiência já no segundo dia que o programa foi exibido.

O elenco – de peso, diga-se de passagem – era composto por Leandro Hassum, Maria Clara Gueiros, Roberta Rodrigues, Luiz Fernando Guimarães, Marianna Armellini, Rafael Infante, Ellen Roche, David Lucas, Nando Cunha e Hilda Rebello.

Elenco do Divertics, programa que não decolou na Globo (Reprodução)

Norma

Protagonizada por Denise Fraga, a atração de 2009 era uma aposta da Globo para algo ‘interativo’. O programa contava com um auditório que podia dar opiniões sobre o que a personagem principal, Norma, deveria fazer.

Apesar do grande elenco: Augusto Madeira, Cássio Gabus Mendes, Dan Stulbach, Drica Moraes e Eva Wilma, além de Denise, a produção não conquistou o público do domingo à noite e logo foi tirado do ar.

Quem estava acompanhando não pode conferir nem mesmo o final da história, para se ter uma ideia do quão desastroso foi.

Denise Fraga protagonizou Norma

O Dentista Mascarado

O Dentista Mascarado foi uma série de televisão criada por Alexandre Machado e Fernanda Young que marcou a chegada de Marcelo Adnet na Globo. Prevista para ter continuidade, não vingou e só durou uma temporada.

O primeiro episódio foi ao ar em abril de 2013 e os 11 seguintes foram sendo exibidos até o mês de junho do mesmo ano. Leandro Hassum, Taís Araújo e Helena Fernandes faziam companhia a Adnet no elenco da produção, que além de não ter conquistado uma boa audiência, o programa recebeu muitas críticas negativas sobre a história e as piadas.

Fernanda Gentil (Globo/Divulgação)

Se Joga

Para finalizar, outro programa comandado por Fernanda Gentil, assim como o Zig Zag Arena. Isto é, a apresentadora, desde que migrou do esporte para o entretenimento, não teve muita sorte.

Criado para substituir o finado Vídeo Show, o Se Joga começou a ser exibido em setembro de 2019. A atração era constantemente criticada, sobretudo pela falta de entrosamento entre a comunicadora e Fabiana Karla e Érico Brás, que compunham o elenco, assim como pelos games ‘sem graça’ e forçados.

Por ser considerado ‘dispensável’, o programa foi tirado do ar em 2020 em decorrência da pandemia. Em março deste ano a Globo decidiu retornar com o Se Joga, mas o fracasso permaneceu e o fim foi decretado em agosto.

Leia outros textos desta colunista.

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Deixe o seu comentário

Em Alta

Carregando...

Erro ao carregar conteúdo.

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Posting....