Substituição

Antônio Grassi entrou em Chocolate com Pimenta às pressas após acidente com outro ator

Ele atuou na novela de época e continuou trabalhando em cargo público

Publicado em 14/11/2022

Quem assiste Chocolate com Pimenta, novela atualmente exibida no Vale a Pena Ver de Novo, pode conferir o trabalho de Antônio Grassi.

Na novela produzida em 2003, ou seja, há 19 anos, o ator interpreta Reginaldo, o pai de Celina (Samara Felippo) e Graça (Nívea Stelmann).

Porém, o que nem todo mundo sabe é que o veterano entrou no folhetim às pressas. Isso porque ele foi escalado para substituir outro ator, Luís Melo, que sofreu uma lesão e precisou ser afastado.

Antônio Grassi substituiu Luís Melo

Pouco antes de começar a gravar cenas como Reginaldo de Chocolate com Pimenta, Luís Melo sofreu uma lesão no joelho, fazendo-o declinar o convite para o personagem de forma imediata.

De acordo com reportagens divulgadas em 2003, o veterano foi submetido a cirurgias no ligamento cruzado e no menisco do joelho direito.

Batista (Luís Melo) em O Cravo e a Rosa
Batista Luís Melo em O Cravo e a Rosa

Mesmo após as operações precisou ficar de molho para se recuperar totalmente. Isso fez com que Luís Melo se afastasse da TV por mais dois anos, voltando para as novelas apenas em 2005, na novela América, escrita por Gloria Perez.

Hoje, 19 anos após Chocolate com Pimenta, Luís Melo tem 64 anos de idade e está ausente das novelas desde 2017, mas agora por escolha própria – veja por onde anda o ator atualmente. Em 2021, ele estava escalado para interpretar Batista na trama das seis Nos Tempos do Imperador, mas por conta da pandemia foi substituído pelo ator Ernani Moraes.

Lembrando que o substituto de Melo, o veterano Antônio Grassi também passou por um perrengue já confirmado no papel de Reginaldo.

Naquele ano, Grassi era presidente de Funarte e precisou da ajuda de Luiz Inácio Lula da Silva para continuar no cargo e na novela.

Antônio Grassi atualmente (Divulgação)
Antônio Grassi atualmente

O canal do Observatório da TV está com novos vídeos. Inscreva-se para acompanhar!

Leia outros textos desta colunista.

© 2024 Observatório da TV | Powered by Grupo Observatório
Site parceiro UOL
Publicidade