BASTIDORES

Acidente na Globo: O que aconteceu com Carlos Vereza, o senador Caxias em O Rei do Gado?

Veterano das novelas relembrou momento trágico e as sequelas

Publicado em 15/12/2022

Em O Rei do Gado, atualmente exibida nas tardes da Globo, Carlos Vereza interpreta o simbólico Senador Roberto Caxias, que representa a figura de um político honesto – uma espécie em extinção no Brasil.

O veterano da dramaturgia começou a atuar nos palcos no fim da década de 50 e dez anos depois estreou tanto no cinema quanto na TV, mais especificamente na Rede Tupi fazendo figuração em comerciais.

Carlos Vereza como Miro em Selva de Pedra (Reprodução)
Carlos Vereza como Miro em Selva de Pedra

Em sua trajetória na Globo, Vereza esteve em trabalhos memoráveis como Selva de Pedra (1972), Direito de Amar (1987), Pacto de Sangue (1989), Pátria Minha (1994), além do ricaço Joaquim, da recém-reprisada O Cravo e a Rosa (2000).

O que muita gente não sabe sobre o intérprete do senador Caxias em O Rei do Gado é que ele sofreu um acidente nos bastidores da Globo, em 1990. Entenda a seguir o que Carlos Vereza passou.

Carlos Vereza como senador Caxias em O Rei do Gado
Carlos Vereza como senador Caxias em O Rei do Gado

Acidente grave com Carlos Vereza na Globo

A partir do episódio trágico, Carlos Vereza passou por maus bocados e encontrou o conforto no espiritismo.

Eu não tinha nenhuma religião. Sempre acreditei em Deus, mas esse mundo era distante. Você chega ao espiritismo pelo amor, pela dor ou razão. Eu sofri um acidente de trabalho na Globo, um tiro, um efeito especial mal feito. Colocam pólvora no local e acionam por um controle remoto. Era um seriado medíocre chamado ‘Delegacia de Mulheres‘”, contou Vereza ao jornal Folha de S.Paulo.

O acidente, segundo o veterano atingiu seu ouvido interno, deixando-o longe da carreira. “Fiquei com labirintite e tive que parar de trabalhar, o que me levou à depressão. Os médicos diziam que não tinha como resolver. Fui internado em várias clínicas. Procurei o centro Frei Luiz, indicado por uma tia católica que me disse que um primo havia sido curado lá de leucemia. Em sete meses, eles me curaram”, revelou.

Joaquim (Carlos Vereza) em O Cravo e a Rosa
Joaquim Carlos Vereza em O Cravo e a Rosa

Além de adepto da religião, Carlos Vereza se tornou médium e atua como voluntário no centro espírita que frequenta.

Sua proximidade com o espiritismo o levou a compor o elenco de novelas que abordavam o tema, como Escrito nas Estrelas (2010) e Amor Eterno Amor (2012), ambas escritas por Elizabeth Jhin.

Nos cinemas, Vereza interpretou o personagem-título em Bezerra de Menezes – O Diário de um Espírito, que narrou a vida do médico e um dos expoentes do espiritismo no Brasil.

O ator Carlos Vereza em foto mais recente (Reprodução)
O ator Carlos Vereza em foto mais recente Reprodução

Carlos Vereza hoje tem 83 anos de idade e mais de 60 anos de carreira. Atualmente ele exerce o cargo de secretário no Sindicato dos Atores do Rio de Janeiro e está longe da telinha desde 2018, quando atuou no seriado Sob Pressão, da Globo.

© 2024 Observatório da TV | Powered by Grupo Observatório
Site parceiro UOL
Publicidade