Mais do que você gosta.
Assine o Star+
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Comentário

Insistir no Roda a Roda é mais uma das atitudes inexplicáveis do SBT

O game show apresenta claros sinais de desgaste

Publicado em 10/02/2022
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Faz chuva, faz sol, muda desenho do Bom Dia & Cia, troca Vem pra Cá de horário, mas uma coisa nunca muda no SBT: o game show Roda a Roda. Mesmo demonstrando claros sinais de desgaste, o programa da Jequiti não sai do ar. Atualmente ocupando um horário na grade vespertina, o show apresenta péssimos resultados de audiência.

Por ser um programa curto, simples e envolvente, o Roda a Roda já foi uma importante arma do SBT. A atração estreou no canal nos anos 1990, com o nome Roletrando, mas foi resgatado com o título atual em 2003. Na época, a emissora de Silvio Santos vivia uma crise financeira, com pouca produção própria e problemas de audiência em vários horários. E o game, então patrocinado pela Chevrolet, se revelou um acerto, tanto comercial quanto de audiência.

Continua depois da publicidade
Não foi possível carregar anúncio

De lá para cá, o programa teve várias temporadas, algumas diárias e outras semanais, com vários patrocinadores diferentes. Mas, desde que passou a ser um programa da Jequiti, Roda a Roda nunca mais saiu do ar. Seu horário aos domingos, após Eliana, segue firme e forte. E sua presença na programação diária, de tempos em tempos, também se faz presente.

Antes de reestrear à tarde, Roda a Roda era exibido na faixa das 20h30, com apresentação de Rebeca Abravanel, e mantinha índices de audiência satisfatórios. Porém, com as reprises do programa provocadas pela pandemia de covid-19, a atração perdeu força. Sem dúvidas, Roda a Roda saiu do horário nobre porque deixou de ser uma alavanca e passou a prejudicar a grade noturna.

Mas não ficou muito tempo fora do ar, já que foi encaixado na nova grade vespertina do SBT, desta vez com Patrícia Abravanel. E segue com baixíssimos índices de audiência. Ou seja, não é de hoje que Roda a Roda demonstra claros sinais de desgaste. Neste contexto, a insistência do SBT no formato é inexplicável.

Por se tratar de um programa da Jequiti, o programa se mantém como uma vitrine para a empresa, pois envolve seus representantes e os premia. Ou seja, Roda a Roda tem sua importância nos negócios do Grupo Silvio Santos. Ainda assim, não seria mais interessante promover um rodízio de formatos que seja? Insistir no mesmo programa só o desgasta, e isso pode respingar até mesmo na patrocinadora.

Leia outros textos do colunista AQUI

Entre em contato com André Santana AQUI e AQUI

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Deixe o seu comentário

Em Alta

Carregando...

Erro ao carregar conteúdo.

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Posting....