Novela Um Lugar ao Sol não empolga

Globo tenta salvar história escrita por Lícia Manzo no horário das nove

Publicado em 18/12/2021 11:57
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A novela Um lugar ao Sol marcou a volta de histórias inéditas no horário das nove depois de três reprises. Diante da pandemia a Globo se viu obrigada a reprisar Fina Estampa, A Força do Querer e Império, embora foram tramas que já foram exibidas não fizeram feio na audiência e conseguiram segurar o público.

Um Lugar ao Sol estreou toda gravada e marcou a estreia da autora Lícia Manzo no horário nobre, porém a história não vem agradando o público. A novela das nove vem marcando média de 25 pontos em audiência, o que representa pouco para uma novela das nove, já que uma trama do horário nobre bem-sucedida nos dias de hoje precisa ter mais de 30 pontos em audiência.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A trama proposta pela autora é muito bem escrita, tem um texto com falas muito bem elaboradas, no elenco tem atores de primeiro escalão como Marieta Severo, Aline Moraes, José de Abreu, Andréia Horta, porém a história não é cativante e envolvente, tem excessos de diálogos e pouca ação. O telespectador não se identifica com os personagens da história, assim não dá para torcer para nenhum deles.

A enredo gira em torno do drama de Christian e Renato (Cauã Reymond) e falta núcleos de humor, até tem uma cena e outra com humor, mas é pouco, toda novela que se preze tem que ter núcleos de humor para dar aquela aliviada no drama.

Assim como foi em Amor de Mãe, que os telespectadores torciam para Lurdes (Regina Casé) encontrar Domênico (Chay Suede) e quem assistia a trama se identificava com a personagem central. Lurdes representava a mãe brasileira, uma mulher lutadora, forte guerreira, divertida que lutou sozinha para criar os próprios filhos, um retrato de milhares de mães do país. Já em Um lugar ao Sol não existem personagens que tragam essa identificação.

Na atual trama das nove o núcleo periférico deixa a desejar, não é abordado com profundidade é apenas um pano de fundo para a história ser contada e o núcleo rico se sobressai. Assim como acontecia nas histórias de Manoel Carlos, que a maioria dos personagens pertenciam a classes mais favorecidas, o mesmo acontece na trama das nove.

Pode-se dizer que Um Lugar ao Sol não é uma novela popular se formos compararmos com tramas de Glória Perez, Aguinaldo Silva e Walcyr Carrasco, que costumam trazer histórias envolventes e cativantes, feitas para todos os tipos de público e com personagens que representam cada telespectador.

A trama das nove não é um novela ruim, mas não funciona como uma história para o horário das nobre, se talvez fosse uma série exibida em outro horário poderia até agradar o público, mas como novela do principal horário da emissora não empolga.

A Globo vem tentando salvar a produção e exibindo incansavelmente chamadas da história em seus intervalos comerciais, porém até agora não surtiu efeito e não há o que se fazer, não tem como mexer na história já que foi toda gravada.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Deixe o seu comentário

Em Alta

Carregando...

Erro ao carregar conteúdo.

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio