Orgulho e Paixão: Luccino convence Otávio a ficar no Vale do Café

Publicidade

Em Orgulho e Paixão, na Globo, Luccino (Juliano Laham) está apaixonado por Otávio (Paulo Henrique Müller). Mas as coisas não são tão simples assim, já que havia muito preconceito no início do século passado. O italiano, por exemplo, além de enfrentar um drama família, por ser gay, ainda não quer ser o responsável pelo fim da carreira do capitão, no exército.

No entanto, ao saber que Otávio está indo embora do Vale do Café, justamente, porque não pode viver seu amor, Luccino ficará mexido. Incentivado por Mariana (Chandelly Braz), ele vai atrás do capitão e, claro, pedirá para que ele fique, inclusive, alegando que enfrentará tudo para que permaneçam juntos.

Veja também: Elisabeta conta à família que se casou com Darcy e Ofélia desmaia, em Orgulho e Paixão, na Globo

Continua depois da publicidade

Otávio, ao ver Luccino, perguntará: “Mas aquilo que você disse sobre sermos só amigos…?”. “Porque não aceito vê-lo jogar fora a carreira por minha causa. Simples assim”, responderá o Princelli. “Mas já lhe expliquei, é incompatível!”. “Vocês militares são um pouco certinhos demais, não? É tudo preto ou branco, oito ou oitenta, tudo ou nada. Vou lhe explicar: na vida real não é bem assim. Você continua no quartel e… vamos vivendo um dia de cada vez”, argumentará.

Luccino diz que escolheu Otávio como família

“Os seus pais, sua família…?”, questionará o capitão, que sabe que isso é uma questão importante. Luccino foi expulso de casa por seu pai Gaetano (Jairo Mattos). “Existe a família de nascença… e a que a gente escolhe. E eu escolhi você. Se aceitar, é claro”, responderá o Princelli. Na sequência, para concluir, Otávio o abraçará.

Publicidade
© 2021 Observatório da TV | Powered by Grupo Observatório
Site parceiro UOL
Publicidade