ELEIÇÕES

Despontando Lula como favorito, Debate da Globo tem a maior audiência desde 2006

Evento mediado por William Bonner aumentou em 79% a audiência do horário da Globo na Grande São Paulo

Publicado em 30/09/2022

O Debate da TV Globo entre os presidenciáveis transmitido na quinta-feira (29), obteve a maior audiência de um debate de 1º turno em 16 anos, desde as eleições de 2006, que teve como foco o embate entre Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e Geraldo Alckmin (PSBD) naquela ocasião. Exibido das 22h29 às 1h51, o Debate das eleições de 2022 registrou grande crescimento de acordo com os dados consolidados do Kantar Ibope Media.

O evento mediado pelo jornalista William Bonner obteve 25 pontos de média em São Paulo durante a sua transmissão, com 52% de participação dos televisores no horário, representando um crescimento de 79% na faixa. Já no Rio de Janeiro, o debate entre os candidatos à presidente registrou 29 pontos de média, com 59% de participação dos televisores, sendo o melhor índice da TV Globo em mais de 18 anos entre os cariocas.

O evento marcou o confronto direto entre o líder das pesquisas, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), contra o segundo colocado Jair Bolsonaro (PL), que acusou o petista de ser o líder da maior quadrilha de corrupção da história no Brasil. Por outro lado, o ex-presidente Lula apontou irresponsabilidade do atual presidente ao lidar com a pandemia da Covid-19, relembrando a recusa de Bolsonaro para comprar as vacinas para prevenir a doença logo no início da crise sanitária.

Em outro momento de grande repercussão nas redes sociais, Soraya Thronicke (UB) acusou o candidato Kelmon Luis da Silva (PTB), o Padre Kelmon, de não ser verdadeiramente um padre e que ele é apenas um personagem de batina das festas juninas.

© 2024 Observatório da TV | Powered by Grupo Observatório
Site parceiro UOL
Publicidade