Publicidade

A Fazenda 2019: Peões são informados sobre demissão de funcionário

Confinados deram uma salva de palmas à emissora pela atitude

Publicidade

Na tarde desta quarta-feira (6), os participantes do reality A Fazenda 11 foram informados sobre a decisão da Record TV em pedir a demissão do operador de câmera da Teleimage após fazer um comentário racista contra a participante Sabrina de Paiva.

A ex-Miss, que é a fazendeira da semana, foi acionada para ler uma ficha aos confinados, que continha o pronunciamento oficial da emissora em relação ao ocorrido. Após comunicar os peões, Sabrina foi aplaudida pelos colegas, que alegaram justiça e parabenizaram a decisão da emissora.

Rodrigo Phavanello, namorado da modelo, também orientou a peoa a tomar as providências necessárias na Justiça. Netto e Guilherme comentaram que pensaram que as ofensas eram entre os funcionários, e se mostraram horrorizados com o episódio já que há outros funcionários negros na produção.

Continua depois da publicidade

Na manhã desta quarta-feira (7), o escritório de advocacia Costa Agostineto, responsável pela assessora jurídica da ex-Miss, se pronunciou sobre o ocorrido por meio de um comunicado oficial.

Por meio da rede social Twitter, o público do programa criou a hashtag RACISMO É CRIME para exigir providências da Record TV em relação ao ocorrido. Na manhã desta quarta-feira (6), a tag já havia ultrapassado os 15 mil tweets e alcançado a sétima posição entre os Trending Topics (TT’s), assuntos mais comentados da plataforma.

A Record TV se pronunciou, na manhã desta quarta-feira (6), sobre o caso e informou, em nota emitida pela assessoria de imprensa, que o comentário foi feito por um operador de câmera, que estava posicionado atrás de um dos espelhos da sala e que após ser identificado, a produtora Teleimage (que presta serviços à Record TV e é a contratante do operador de câmera), rompeu o contrato de trabalho do profissional.

Confira mais informações, curiosidades, e tudo o que acontece em tempo real em A Fazenda.

Publicidade
© 2020 Observatório da TV | Powered by Grupo Observatório
Site parceiro UOL
Publicidade