Nos 90 anos de Benedito Ruy Barbosa, uma retrospectiva de sua carreira de tantos sucessos

Antes das novelas, escritor trabalhou em contabilidade, publicidade e na imprensa

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Benedito Ruy Barbosa nasceu na cidade paulista de Gália, em 17 de abril de 1931. Desde a adolescência se viu obrigado a trabalhar para ajudar a sustentar a mãe e os irmãos, com a morte precoce do pai, aos 29 anos. Otávio Barbosa ajudou a incutir no filho o gosto pela leitura, o que o levou a desenvolver a grande aptidão para contar suas próprias histórias.

No final dos anos 1940, Benedito mudou-se para a capital de São Paulo e teve diversas ocupações, como vendedor de verduras e faxineiro. Devido a seu conhecimento prévio de contabilidade, tendo sido guarda-livros de uma empresa, o futuro novelista foi trabalhar no Banco de Boston – cujo piso já havia lavado…

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Posteriormente, Benedito voltou a trabalhar na Comercial Antônio Perez, que lhe deu o primeiro emprego ainda antes dos 20 anos, e durante uma temporada no interior paranaense, na década de 1950, presenciou o estrago provocado pela geada na lavoura de café, que o inspirou a escrever Fogo Frio, que seria um romance.

Mas a história acabou adaptada para texto teatral e marcou sua estreia como autor, em 1959, montada pelo Teatro de Arena. A essa altura, o filho de Dona Aurora já trabalhava na imprensa, tendo chegado a colaborar com veículos como a Gazeta Esportiva e a Última Hora.

O sucesso de Fogo Frio rendeu a Benedito Ruy Barbosa um convite para trabalhar na J. W. Thompson, uma grande agência de publicidade. Foi quando sua relação com a dramaturgia se intensificou, especialmente a partir de 1966, quando começou a escrever novelas para a TV com Somos Todos Irmãos, apresentada pela TV Tupi e patrocinada pela Colgate-Palmolive, de cuja conta publicitária para novelas o autor cuidava na agência.

Vieram dezenas de outros trabalhos nas TVs Excelsior, Record, Tupi, Cultura, Globo, Bandeirantes e Manchete. Alguns dos mais lembrados são Cabocla, Os Imigrantes, Sinhá-Moça, Pantanal, Renascer, O Rei do Gado e Terra Nostra. Confira o vídeo do Vale a Pena sobre Benedito Ruy Barbosa!

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio