Na edição desta semana, Chica Xavier e outros atores de Fera Radical que já morreram

Duas grandes damas negras da dramaturgia brasileira na mesma lista de perdas

Publicado há 3 meses
Por Fábio Costa
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

No dia 8 de agosto, a atriz Chica Xavier faleceu no Rio de Janeiro, aos 88 anos, em decorrência de um câncer. Ela se juntou a diversos outros colegas do elenco de Fera Radical (1988) que já faleceram. O In Memoriam desta semana fala de Chica, sem dúvida alguma merecedora da homenagem, e desses colegas, quando a novela chega ao Globoplay.

Chica teve papéis marcantes em diversos trabalhos igualmente marcantes. Alguns foram Dancin’ Days (1978), Os Imigrantes (1981), Tenda dos Milagres – a inesquecível Magé Bassã -, Sinhá-Moça (1986), Renascer (1993) e Força de Um Desejo (1999). Isso numa vasta galeria de atuações.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Além de Chica Xavier, a perda mais recente do elenco, Fera Radical já não conta mais com atores como Yara Amaral, que faleceu mais perto da exibição original da novela em relação aos outros. O último capítulo foi exibido em novembro de 1988, e a atriz foi uma das vítimas do naufrágio do Bateau Mouche, na virada para 1989.

Antes de Chica, outra grande dama negra da dramaturgia, foi a vítima imediatamente anterior entre os membros do elenco da novela. Falamos de Ruth de Souza, que morreu no ano passado, aos 98 anos. Também nesta década, mas já há alguns anos, Elias Gleizer (em 2015) e Paulo Goulart (em 2014) foram outras das perdas do elenco.

Entre os fãs de teledramaturgia, não é novidade o conceito da chamada “maldição” de Fera Radical, justamente por já serem vários os membros do elenco mortos, e alguns deles em circunstâncias pouco usuais. Confira o vídeo:

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio