Sangue nas mãos

Bambolê: Armando é assassinado friamente por Barreto e Livramento logo desconfia da autoria do crime

O investigador pede ajuda de Luís Fernando e avisa: quem matou seu amigo foi a mesma pessoa que tirou a vida de seu pai

Publicado em 26/05/2023

O cerco começa a se fechar sobre Nestor Barreto (Rubens de Falco) em Bambolê, trama de 1987 reexibida pela primeira vez no Canal Viva. A notar que sua situação está se complicando, o milionário simula uma nova crise do coração e fica internado, em isolamento, no hospital.

Ao saber que Armando (Antônio Gonzalez) não quer mais participar de suas armações, e rasgou o cheque que ele lhe enviou, Barreto resolve armar mais uma das suas. Ele sai do hospital sem que ninguém o veja e vai direto para a casa do ex-oficial da Marinha.

Livramento (Jonas Mello) e Luís Fernando (Paulo Castelli) em Bambolê
Livramento Jonas Mello e Luís Fernando Paulo Castelli em Bambolê

Armando está finalizando uma matéria bombástica que vai publicar no jornal no dia seguinte quando a porta se abre atrás dele. O rapaz fica espantado ao dar de cara com Barreto, em uma situação muito sombria. Dizendo apenas algumas palavras, o empresário do mal aumenta o volume do rádio e executa o rapaz com um tiro na testa.

O corpo de Armando é encontrado horas depois e Livramento (Jonas Mello) começa a investigar o caso, já sabendo aonde suas averiguações vão levar neste caso. O policial liga para Luís Fernando (Paulo Castelli) e avisa sobre o crime. O rapaz fica devastado com o terrível fim de seu grande amigo e vai até o local.

Livramento pergunta se Luís Fernando tem alguma ideia de quem poderia ter feito isso com Armando e ele nega. Mesmo assim, o investigador vai lhe dando pistas e afirma com todas as letras: o assassino de Armando é o mesmo que matou o almirante Osório (Henrique César)! O marido de Cristina (Carla Marins) fica ainda mais chocado e promete ajudar no que for preciso para punir o culpado.

© 2024 Observatório da TV | Powered by Grupo Observatório
Site parceiro UOL
Publicidade