Saiba quem são os ex-BBBs que se arrependeram de entrar no reality

Prejuízos no trabalho e fama de vilões são alguns dos motivos pela decepção

Publicado há uma hora
Por Mohamed Osman
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Chega o Natal, mas não chega dia 25, quando estreia a vigésima primeira edição do Big Brother Brasil. Eu sei, todos estamos ansiosos, mas falta pouco.

No entanto, tem gente que não faz nem questão de lembrar que o reality show existe. Alguns participantes tiveram experiências tão traumáticas que preferem esquecer que algum dia pisaram no programa.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Veja, a seguir, quem são os ex-BBBs que se arrependeram de entrar na casa mais vigiada do Brasil.

Mayra Cardi (BBB 9)

O pós-confinamento de Mayra Cardi não foi tão bacana quanto ela imaginava. Apesar de ainda manter a fama depois do programa, a coach garantiu em entrevista ao Programa do Porchat que até hoje sofre preconceito por ser ex-BBB, rótulo que inclusive ela não gosta. 

Ao voltar a realidade, a então jornalista, que atuava na TV havia 5 anos, teve a sensação de que perdeu toda a credibilidade. “O trabalho que tive para me provar depois que saí de lá foi horrível”, desabafou.

Ana Paula Costa (BBB 18)

Conhecida como a bruxinha do BBB18, Ana Paula acredita que o preconceito contra a cultura das bruxas foi decisivo para a sua saída do programa. Em entrevista ao UOL, a catarinense revelou  que as pessoas achavam que ela era ruim e que o reality não a ajudou em nada. “Descobri que não foi só comigo e que vários outros brothers tiveram suas vidas destruídas”, afirmou.

Iran Gomes (BBB 6)

O ator, modelo, cantor, compositor e professor de educação física contou ao UOL que o preconceito contra quem participa de reality é grande e teve de enfrentar a situação para não ser rotulado. 

O carioca acredita que entrar no BBB para alavancar a carreira talvez não tenha sido um bom passo. “Talvez eu devesse seguir com a dramaturgia e não ter me metido nessa aventura, que foi sedutora”, desabafou.

Aline Dahlen (BBB 14)

“Se arrependimento matasse, eu já estaria morta, enterrada e putrefata, mas me sinto mesmo é enterrada viva”, declarou a atriz sobre sua participação no Big Brother Brasil. 

A ruiva também buscava alavancar a carreira artística quando resolveu se aventurar na casa mais vigiada do Brasil, mas disse ao ex-site EGO que a experiência lhe fez perder oportunidades de trabalho. Ao colunista Maurício Stycer ela revelou que a fama de vilã e consequentemente a rejeição afetaram a sua saúde mental.

“Foi a pior coisa da minha vida”, lamentou.

Tina Soares (BBB 2)

Tina marcou a história do BBB ao bater as tampas das panelas da casa para irritar os colegas de confinamento na segunda edição do reality. No entanto, a breve passagem pela casa não é tão memorável assim para a paulistana.

Em entrevista ao EGO, ela afirmou que as pessoas mexiam em suas roupas e escondiam as suas coisas para desestabilizá-la. “Só tinha 22 anos e não segurei a onda. Surtei mesmo lá dentro. […] Não fui eliminada. Fui tirada pela produção. Estava nervosa e tinha ameaçado quebrar todas as câmeras caso não saísse naquele paredão”, revelou.

Mirla Prado (BBB 9)

A advogada nem quer lembrar que o BBB9 um dia existiu em sua vida. Em entrevista ao UOL ela afirma que foi taxada de ‘mosca morta’ por sua postura retraída no programa e que se arrepende da participação por se aventurar em um universo que ela não conhecia e do qual não sabia as consequências.

“O BBB estragou minha vida”, lamentou.

Elenita Rodrigues (BBB 10)

A passagem de Elenita pelo BBB10 foi intensa. Dona de uma personalidade forte, a doutora em linguística e professora universitária esteve envolvida em algumas brigas e não escondeu o que pensava.

Entretanto, o reality deixou marcas profundas na vida da brasiliense. Além de lidar com o preconceito de quem não aceita uma pessoa fora dos padrões, sua vida financeira e profissional também teve prejuízos.

“Perdi credibilidade no círculo acadêmico e fui vetada em quase todas as bancas de que participava e que constituíam duas, três vezes o valor do salário que ganho agora”, disse ao colunista Maurício Stycer.

A cobertura completa do BBB21 você confere no Observatório da TV.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio