ENTREVISTA

Rodrigo Simas revela detalhes da cena do velório em Renascer: “Fecharam o caixão por alguns segundos”

Cena da morte de José Venâncio será exibida na próxima segunda-feira (22)

Publicado em 19/04/2024

O ator Rodrigo Simas, de 32 anos, falou sobre a despedida de seu personagem José Venâncio na novela Renascer, após ser vítima de uma tocaia de Egídio (Vladimir Brichta) e não resistir aos ferimentos dos tiros. Em entrevista à Caras Brasil, o galã entregou detalhes da cena do velório do filho de José Inocêncio (Marcos Palmeira), que será exibida na próxima segunda-feira (22).

“Já havia morrido em cena uma vez, mas nunca tinha gravado dentro de um caixão. Sempre me perguntam se fiquei com aflição ou tive algum desconforto, mas não. Fiquei zero agoniado e tenso, pelo contrário. Estava confortável e ainda fecharam o caixão por alguns segundos. Em alguns momentos tinha vontade de rir durante os ensaios”, revelou o artista.

Rodrigo Simas também contou como foi gravar a cena da morte ao lado de Juan Paiva, que interpreta o seu irmão João Pedro na trama de Bruno Luperi.

 “O Juan é uma pessoa admirável e um dos melhores atores da geração. Foi uma sequência difícil e trabalhosa. Não fizemos as cenas em ordem cronológica, viajamos para gravar na serra do Rio de Janeiro, mas conseguimos nos divertir”, acrescentou ele. 

Ainda na entrevista, o ator refletiu sobre a passagem do seu papel como José Venâncio no folhetim da TV Globo e destacou que o filho de José Inocêncio (Marcos Palmeira) deixou de viver as suas verdades para agradar o seu patriarca.

José Venâncio estava vivendo crises. Sempre tentando acertar e curar alguns traumas, mas dificilmente conseguia. Ele teve uma trajetória de encontros e desencontros terminando a vida numa tocaia sem nem saber de onde surgiu, mas sendo a consequência por ser um Inocêncio. O que mais me chamou a atenção no personagem foi observar como ele deixou de viver suas verdades e repetir padrões para agradar o próprio pai. Uma prisão dentro da própria cabeça“, finalizou Rodrigo Simas.

© 2024 Observatório da TV | Powered by Grupo Observatório
Site parceiro UOL
Publicidade