SEM PAPAS NA LÍNGUA

Fátima Bernardes nega ter sido a culpada pelo fim da TV Globinho: “Acham que eu tenho poder na programação”

Apresentadora participou do Pod Pah desta semana e brincou com as acusações dos internautas sobre a 'demissão' do Bob Esponja

Publicado em 10/05/2024

A apresentadora Fátima Bernardes, de 61 anos, abriu o jogo sobre o fim da TV Globinho na grade de programação da Globo, com a estreia do programa Encontro, em 2011. Em entrevista ao podcast Pod Pah, a ex-âncora do Jornal Nacional negou que tenha sido a responsável pela extinção dos desenhos animados na emissora líder do Brasil e admitiu que nunca sugeriu o fim da atração dedicada ao público infantojuvenil.

“Acho engraçado que a gente brinca e as pessoas acreditam. Fiquei chocada que as pessoas realmente acham que eu tenho poder na programação da TV Globo”, afirmou a apresentadora.

Fátima Bernardes explicou que o único horário disponível na programação da TV Globo naquela época para o seu projeto de entrevistas, era a faixa ocupada pelas animações infantis. “Não fui eu não, gente. Eu só queria fazer o meu programa e o único lugar que puseram foi ali”, admitiu ela.

Ainda no bate-papo, a apresentadora brincou com a acusação de ter ‘matado’ a programação infantil da Globo e propôs uma homenagem à extinta TV Globinho. “Ainda vou fazer uma fantasia de Carnaval de Bob Esponja”, ironizou Fátima Bernardes.

© 2024 Observatório da TV | Powered by Grupo Observatório
Site parceiro UOL
Publicidade