Boa audiência de Patati Patatá no SBT prova que há público para infantis

Publicado há 3 anos
Por André Santana
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Não é de hoje que batemos na mesma tecla do abandono do público infantil por parte das emissoras abertas nacionais. Com exceção de SBT e Cultura, não há opções para crianças na telinha. E mesmo estas que ainda apostam no segmento, o que sobram são reprises de desenhos. Faz tempo que não há um esforço para se tentar criar algo novo para esta plateia.

E há um público para isso, e que não é contemplado. Prova disso é a boa audiência do infantil Parque Patati Patatá, exibido pelo SBT nas manhãs de sábado. Coprodução entre o Discovery Kids e a Rinaldi Produções, a atração foi adquirida pelo canal de Silvio Santos há algum tempo, e é exibida na faixa das 10h, entre o Sábado Animado e o Mundo Disney. Parque Patati Patatá já era um dos destaques da programação do Discovery Kids, e vem mostrando excelente resultado também no SBT.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

No último sábado (12), por exemplo, o infantil registrou média de 7 pontos no Ibope, um belo número para o horário. Foi o programa infantil mais visto do SBT no dia, já que Sábado Animado e Mundo Disney registraram 5 e 6 pontos, respectivamente. E o Sábado Animado, mesmo com média inferior à Parque Patati Patatá, chegou a ser líder de audiência com a exibição do desenho O Que Há de Novo Scooby Doo?, das 09h40 às 10h00, que garantiu a liderança com 7,6 pontos de média contra 7,1 da Globo, que exibia o É de Casa. Ou seja, o cachorro medroso entregou em alta para o Parque Patati Patatá, que manteve a boa marca.

Parque Patati Patatá é um infantil para crianças pequenas. Bem produzido, tem histórias simples e muitas canções de cunho educacional. Os famosos palhaços dividem a cena com um elenco mirim e alguns bonecos, todos muito bem feitos, que dão um visual bem charmoso à produção. Esta soma de qualidades agradou em cheio ao público, que respondeu muito bem. Ou seja, está claro que há um público de crianças carentes de boas opções na TV. Mas, como o faturamento dos infantis não agrada os executivos da TV, segue a falta de interesse de atingi-los. O que é grave, porque a TV aberta, ao não contemplar esta plateia, deixa de formar seus futuros espectadores.

Apagado na Record, Gugu faria bem se voltasse ao SBT

*As informações e opiniões expressas nessa crítica são de total responsabilidade de seu autor e podem ou não refletir a opinião deste veículo.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais