Mais do que você gosta.
Assine o Star+
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Curiosidade

O que é Cramulhão? Entenda a expressão usada por Xeréu Trindade em Pantanal

A lenda do diabo na garrafa já foi abordada em várias novelas

Publicado em 11/05/2022
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Desde que chegou a Pantanal, Xeréu Trindade tem usado uma expressão curiosa. O personagem de Gabriel Sater afirma que sua viola é encantada pelo Cramulhão

Além disso, o rapaz tem visões e uma aura mística. Segundo ele, por obra dessa figura curiosa. Foi pelo Cramulhão que Trindade salvou a vida do Velho do Rio (Osmar Prado) após a entidade levar um tiro de Muda (Bella Campos).

Continua depois da publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Com a popularidade na novela das nove, muita gente quer saber o que significa esse termo. Curiosamente, é comum nas novelas de Benedito Ruy Barbosa, criador de Pantanal. 

O que é Cramulhão?

Cramulhão ou Cramunhão se refere a uma lenda antiga. É basicamente o Diabo “criado” em uma garrafa.

De acordo com a história, acontece quando uma pessoa aceita fazer um pacto com diabo. Em troca de algo (riqueza ou proteção, por exemplo), começa a criar o demônio em uma garrafa. 

Após o “acordo”, a pessoa precisa de um ovo de galinha que será encantado e vai nascer um diabinho de 20 cm. Esse ovo é fecundado pelo diabo e a figura deve ser mantida dentro de uma garrafa de vidro, tapada com uma rolha.

Segundo a lenda, o pacto deve ser realizado durante a quaresma e o diabinho nasce em cerca de 40 dias. Ao longo da vida, a pessoa que fez o trato com o capeta consegue alcançar seu pedido, mas depois é mandada para o inferno. 

A história é muito popular no interior do Brasil e serviu de base para Benedito usar em diversas histórias.

Trindade (Gabriel Sater) em Pantanal

Cramulhão nas novelas

Você deve se lembrar que a lenda do Cramulhão foi abordada em algumas novelas. Destaque em Pantanal, já acompanhava a história de Trindade na primeira versão da trama, em 1990, por meio do personagem de Almir Sater

Antes, foi destaque em Paraíso, exibida em 1982. Na trama, o Cramulhão era criado por Eleutério (Cláudio Correia e Castro) e todos diziam que Zeca (Kadu Moliterno), filho do rapaz, era o filho do diabo. 

Mas tudo mudou quando o jovem se apaixonou por Maria Rita (Cristina Mullins), uma moça criada em um convento e considerada santa. Pelo “poder” de sua fé, ela concedeu um milagre ao salvar o amado da morte. 

Paraíso foi adaptada e ganhou um remake em 2009. Na ocasião, Eleutério era vivido por Reginaldo Faria. Já Zeca ficou a cargo de Eriberto Leão, enquanto Nathalia Dill viveu Maria Rita. 

Maria Rita (Nathalia Dill) e Zeca (Eriberto Leão) em Paraíso

Renascer

Em Renascer, o Cramulhão era parte do núcleo de Tião Galinha (Osmar Prado). Para sair da pobreza, o homem humilde decidiu fazer o pacto com o coisa ruim. 

Quem o ensinou a criar o diabo foi José Inocêncio (Antonio Fagundes). Ele queria largar os manguezais para enriquecer facilmente e conquistar seu tão sonhado pedaço de terra. 

“Arrume uma galinha preta que nunca botou um ovo. O primeiro ovo que ela botar vai ser na palma da sua mão. Você vai chocar o ovo debaixo do seu sovaco, 21 dias e 21 noites, do lado do coração. Esse ovo vai tá galado pelo demo!”, explicou Inocêncio.

Tião Galinha (Osmar Prado) em Renascer

Tião Galinha conseguiu seu criar seu Cramulhão e o tratava como amuleto. Mas, em troca, ele tinha que dar a vida de sua mulher ou de um de seus filhos. 

Entretanto, quem pagou o acordo com o diabo foi o próprio Tião. O marido de Joaninha (Tereza Seiblitz) acabou sendo preso e se suicidou na cadeia. 

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Deixe o seu comentário

Em Alta

Carregando...

Erro ao carregar conteúdo.

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Posting....