Mais do que você gosta.
Assine o Star+
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Tá puxado!

Impossível defender! Veja 7 personagens intragáveis de Um Lugar ao Sol

Trama de Lícia Manzo reuniu diversas figuras detestáveis

Publicado em 17/03/2022
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Um Lugar ao Sol está chegando ao fim. O elenco foi pequeno, mas o destaque ficou para uma série de personagens intragáveis e detestáveis.

De fato, a trama de Lícia Manzo apresentou uma série de figuras insuportáveis que não dá para defender. Listamos 7 principais figuras, veja se você concorda.

Continua depois da publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Christian (Cauã Reymond)

O grande protagonista da produção é um dos tipos mais repulsivos da produção. Christian se aproveitou de uma tragédia para tomar o lugar de Renato, seu irmão gêmeo.

Assim, ficou rico e abandonou sua “vida passada”, inclusive a noiva, Lara (Andreia Horta). Além de usar justificativas controversas, ainda rouba a empresa do sogro, engana a esposa – que claramente tem problemas psicológicos – e ainda trata Ravi (Juan Paiva), seu melhor amigo – como um marionete.

Para completar, ainda reconquista Lara como se fosse Renato e a troca por um cargo na empresa de Santiago (José de Abreu). Tenta pagar de bom moço, mas é na verdade o maior vilão da trama.

Christian (Cauã Reymond) em Um Lugar ao Sol (Reprodução/Globo)

Bárbara (Alinne Moraes)

A esposa de Christian pensa que o rapaz é Renato. Desde o início da novela, vive se arrastando por ele, mesmo sabendo que era um inconsequente. Com Christian no lugar do irmão, as coisas ficaram mais calmas.

Entretanto, Bárbara continuou com seus acessos de mau-caratismo. Embora ela tenha um grave problema, a ponto de tentar se matar duas vezes, algumas atitudes não dá para defender.

Ela começou roubando um conto de Janine (Indira Nascimento) e subornar a moça, armou para Érica (Fernanda de Freitas) não se casar com seu pai e ainda largou a própria filha dentro de um carro fechado.

O mais surreal é a obsessão que a personagem sente por Renato, sabendo que ele é um verdadeiro “chernobyl”. De fato, Alinne Moraes merecia um papel melhor.

Bárbara (Alinne Moraes) de Um Lugar ao Sol (Reprodução – TV Globo)

Elenice (Ana Beatriz Nogueira)

Interesseira, ardilosa e sonsa, a mãe adotiva de Renato é uma das personagens mais intragáveis de Um Lugar ao Sol. Faz de tudo para se dar bem. Para piorar, se junta a Bárbara em um plano sórdido contra Santiago (José de Abreu).

Como não se bastasse, ainda solta várias pérolas. Elenice já se vangloriou por comentários racistas e, pior que isso, tentou justificar seu preconceito.

Mas, no fim da novela, ela paga pelos seus pecados ao descobrir uma grave doença. Com isso, o final de Elenice será triste: ela morre por complicações da covid-19.

Elenice (Ana Beatriz Nogueira) em Um Lugar ao Sol (Reprodução/TV Globo).

Túlio (Daniel Dantas)

Uma verdadeira bomba, Túlio foi um dos mais descarados da novela. Ele usava a máscara de bom moço, mas era sonso demais.

Além de trair a esposa com uma colega de trabalho, ainda desviou dinheiro da empresa de Santiago e obrigou Christian a entrar no esquema.

Ao tentar fugir com todo o dinheiro, o empresário morreu após um acidente de helicóptero. Um final trivial, mas que agradou muitas pessoas.

Túlio (Daniel Dantas) de Um Lugar ao Sol (Reprodução – TV Globo)

Cecília (Fernanda Marques)

Parecia sensata, mas escancarou sua hipocrisia nos últimos capítulos de Um Lugar ao Sol. Embora esteja certa em detonar a mãe, Rebeca (Andréa Beltrão) por não decidir se fica com Túlio ou Felipe (Gabriel Leone), tem umas atitudes bem controversas.

A principal foi se envolver com Breno (Marco Ricca), marido da melhor amiga de sua mãe. Obviamente, outro personagem tão intragável quanto Cecília, que ainda se mostra imatura e rebelde sem causa.

Agora, ela está sendo humanizada ao se reaproximar do pai. Além disso, Cecília vai desistir de vez de Breno e deve terminar a trama com outra pessoa.

Cecília (Fernanda Marques) em Um Lugar ao Sol (Reprodução/Globo)

Nicole (Ana Baird)

A filha de Santiago paga de sonsa ao acobertar as armações de Bárbara e até se diverte com isso. Além disso, se faz de vítima e desconta todas as suas frustrações na comida.

Mesmo sendo dependente do pai, já o detonou em público. Fora as palestrinhas chatas que sempre solta, o que contribui para deixá-la mais insuportável.

Do mesmo modo, seu namoro com Paco (Otávio Muller) vai e volta. Ela não consegue se entregar de vez ao rapaz, ficando ainda mais chata e vitimista.

Nicole (Ana Baird) em Um Lugar ao Sol (Reprodução/Globo)

Joy (Lara Tremouroux)

Dessa ninguém ganhou. Joy é disparado a personagem mais insuportável de Um Lugar ao Sol. Foi inconsequente, folgada, mau-caráter, para dizer o mínimo.

Tentou abortar o filho, não liga para a criança e vive humilhando Ravi. Descobriu o segredo de Christian e arrancou uma grana do farsante por meio de uma chantagem.

Para completar, abandonou o marido e o filho para fugir com um desconhecido. Mas, o final de Joy foi trágico. Ela morreu após cair de um viaduto.

Joy (Lara Tremouroux) em Um Lugar ao Sol (Reprodução/Globo)

Por fim, também merecem entrar na lista: Roney (Danilo Grangheia), Stephany (Renata Gaspar), Ilana (Mariana Lima), Helena (Cláudia Mauro) e Júlia (Denise Fraga).

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Deixe o seu comentário

Em Alta

Carregando...

Erro ao carregar conteúdo.

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Posting....