Despedida de Senna contou com Plantão histórico e Faustão emocionado

Publicado em 01/05/2024

2024 marca os 30 anos da morte de Ayrton Senna, um dos maiores pilotos da história do automobilismo mundial.

O dia 1° de maio de 1994, que se tornou inesquecível na memória de todos, modificou a programação da TV.

Como era comum, todo domingo, os brasileiros acordavam cedo para acompanhar mais um grande prêmio de Fórmula 1 na Globo.

Na corrida em Ímola, Senna largou na frente. Na sexta volta, sua Williams bateu na curva Tamburello.

Foram quase 20 minutos, ao vivo e sem cortes, com o público acompanhando os médicos tentando salvar Ayrton.

Agonia no ar

A corrida continuou. Galvão Bueno não escondia a preocupação e a tristeza pelo fato. Roberto Cabrini seguia ao vivo, por telefone, atualizando o estado de saúde do piloto.

A programação da Globo continuou de forma normal, mas a vinheta do Plantão entrava toda hora no ar, para a aflição de todos.

Às 13h40 (horário de Brasília), Cabrini deu a notícia que ninguém gostaria de dar: Senna estava morto.

Um domingo melancólico

O Domingão do Faustão foi diferente do habitual. Fausto Silva demonstrava tristeza. O programa não exibiu as Vídeo Cassetadas e as Olimpíadas do Faustão.

José Wilker e Murilo Benício, do elenco de Fera Ferida, falaram sobre a tragédia, assim como a cantora Roberta Miranda. A todo instante, a atração era interrompida para exibição de imagens de Ímola. O Domingão terminou de forma melancólica – isso viria a se repetir em 2013, na tragédia da Boate Kiss.

O Fantástico derrubou o script, passando a exibir inúmeras matérias sobre o acidente e a trajetória de Ayrton Senna, com entrevistas e imagens de arquivo.

Pedro Bial falava direto do Instituto Médico Legal, ao lado de Roberto Cabrini e Reginaldo Leme, transmitindo as últimas informações sobre o ocorrido. A revista eletrônica foi transmitida em conjunto com a SIC, rede de TV portuguesa, fato inédito até então.

Notícia em todos os canais

A concorrência também noticiou a morte de Ayrton. A Band, que transmitia ao vivo o Show do Esporte, parou sua programação para dar as informações sobre a tragédia em San Marino e a reação de esportistas e jornalistas.

Já o SBT, que exibia o Programa Silvio Santos totalmente gravado, exibiu flashes em sua programação com Ivo Morganti nos estúdios do Aqui Agora. O programa SBT Esporte, que era exibido após a Sessão das Dez, fez uma cobertura extensa sobre a tragédia, que dominaria o noticiário até 5 de maio, data em que Ayrton Senna foi sepultado em São Paulo.

O post Despedida de Senna contou com Plantão histórico e Faustão emocionado apareceu primeiro em Duh Secco.

© 2024 Observatório da TV | Powered by Grupo Observatório
Site parceiro UOL
Publicidade