Longe da TV

Musa das décadas de 1960 e 1970, Darlene Glória passou por hospício e foge da mídia

Darlene Glória teve seus dramas pessoais, como vício em álcool e drogas

Publicado em 28/04/2023

Enquanto muitos correm atrás dos holofotes e fazem de tudo para brilhar. Darlene Glória, musa dos anos 60 e 70 e que viveu o auge do sucesso, teve seus dramas pessoais, o vício em álcool e drogas, passou por hospício e foge da mídia, inclusive recusando vários convites para voltar às novelas. 

Darlene iniciou a carreira artística na década de 50, apresentou programas de calouros e a trabalhar como radioatriz. Darlene deslanchou após a mudança para o Rio de Janeiro, onde se tornou uma das mais importantes vedetes do teatro de revista. Darlene chegou ao estrelato, após sua estreia na TV que se deu com Véu de Noiva (1969), de Janete Clair e também na Globo, ela atuou em O Bofe (1972). No ano seguinte, Darlene Glória viveu a prostituta Geni em Toda Nudez Será Castigada, longa-metragem de Arnaldo Jabor, baseado na obra homônima de Nelson Rodrigues.

Darlene Glória em Véu de Noiva reprodução TV História

A produção bateu recorde de bilheteria, recebeu prêmios internacionais e consagrou a atriz. No entanto, no final da década de 70 e com o vício em álcool e drogas, Darlene chegou a ser considerada uma pessoa com tendências suicidas. Conforme noticiou O Estado de São Paulo, em 2016. A própria atriz relatou: “Fui parar no Pinel e me diagnosticaram com PS (abreviatura para Potencial Suicida). A verdade é que nunca desejei morrer. Acontece que a minha carência interior era maior que a droga mais potente. Tomava remédio para dormir, para acordar, para ficar feliz… Ou seja, eu me matava quimicamente, daí que passei pelo candomblé, psicanálise, orientalismos, até encontrar Jesus Cristo”.

Fiel da Assembleia de Deus, deixou de usar  o nome artístico, adotou Helena Brandão. Chegou a fazer algumas novelas, inclusive de Gloria Perez, mas atualmente a atriz vive uma vida tranquila, isolada, aparece raras vezes e foge da mídia. “Corro da mídia como o diabo foge da cruz… Por quê? Por um sentimento único de autopreservação. Fui muito ingênua no passado”. 

Fique por dentro de tudo que está acontecendo no mundo dos famosos e realities shows acessando minha coluna no Observatório dos Famosos, no link: https://observatoriodosfamosos.uol.com.br/colunas/cintia-lima

© 2024 Observatório da TV | Powered by Grupo Observatório
Site parceiro UOL
Publicidade