Filmes e séries

NOVA TEMPORADA

JÁ DISPONÍVEL

Exclusivo

Matou Cândida? Mãe de Caio foi responsável pela morte de personagem inesperado em Terra e Paixão

Mistério guiará o folhetim de Walcyr Carrasco até meados de janeiro de 2024

Publicado em 03/08/2023

Em cenas que estão previstas para irem ao ar em breve em Terra e Paixão, Caio (Cauã Reymond) cairá para trás ao descobrir que sua mãe forjou a própria MORTE após ser AGREDIDA por Antônio La Selva (Tony Ramos). A tal DESCOBERTA deixará o bronco em estado de choque.

“(Antônio encara Caio) Eu amava Agatha… Quando ela morreu… foi uma dor que não sou capaz de descrever… Todos dizem que sou insensível, mas a Agatha… Agatha tocou meu coração de um jeito que mulher nenhuma voltou a tocar. Vou confessar. Eu era muito ciumento, brigava até demais…”, dirá o REI DA SOJA que PROSSEGUE com o seu raciocínio.

“(…) Escuta aqui, Caio… Sua mãe me amava! Ela me amava, tá entendendo? Ela jamais me deixaria, nunca ia se passar por morta. Passar por morta para quê? Para fugir de mim? Ela me adorava. Você está com minhocas na cabeça. Quer um conselho? Imagine menos, faça menos suposições. Sua mãe viva? O amor que ela tinha por mim era tão grande que se tivesse mesmo viva estaria aqui, do meu lado”, finalizará o CRETINO prestes a ficar cara a cara com Agatha (Eliane Giardini).

Vilã ou mocinha?

Agatha (Eliane Giardini) em Terra e Paixão
Agatha (Eliane Giardini) em Terra e Paixão

Vale salientar que a MORTA-VIVA estará PRESA em uma penitenciária no RIO DE JANEIRO nesse momento da história. Já que Agatha foi condenada a 20 anos de prisão pela morte de Evandro (Rafael Cardoso), seu ex-amante.

Morte de Cândida

A coluna apurou que Cândida (Susana Vieira) foi envenenada por Irene (Gloria Pires) em Terra e Paixão. Mas esse crime só será solucionado no decorrer da trama do plim-plim.

Cândida (Susana Vieira) em Terra e Paixão
Cândida (Susana Vieira) em Terra e Paixão

Terra e Paixão é uma novela criada e escrita por Walcyr Carrasco. A obra é escrita com Márcio Haiduck, Vinícius Vianna, Nelson Nadotti e Cleissa Regina. A direção artística é de Luiz Henrique Rios com direção geral de João Paulo Jabur e direção de Tande Bressane, Jeferson De, Joana Clark, Felipe Herzog e Juliana Vicente. A direção de gênero é de José Luiz Villamarim e a produção é de Raphael Cavaco e Mauricio Quaresma. 

© 2023 Observatório da TV | Powered by Grupo Observatório
Site parceiro UOL
Publicidade